Mourinho tentou em vão blindar time do duelo entre Liverpool e City

Técnico não queria tirar o foco da decisão da Liga Inglesa, mas preparador de goleiros acabou falando demais

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Mourinho segue em sua tática de desestabilizar os rivais com 'jogos mentais'
PÁGINA OFICIAL/DIVULGAÇÃO
Mourinho segue em sua tática de desestabilizar os rivais com 'jogos mentais'

Campeão da Copa da Liga Inglesa após vencer o Tottenham nesse domingo, o Chelsea teve que se dividir entre a decisão do torneio e a briga pelo título inglês, Por isso, o técnico José Mourinho pretendia deixar o elenco desligado de tudo que acontecia na rodada do Nacional para focar no duelo que valia a taça, mas foi 'traído' por um membro da sua comissão técnica.

Mourinho vetou o acesso aos meios de comunicação para que seus jogadores não a partida entre Liverpool e Mancheter City pelo Inglês, já que os Citizens são os principal concorrentes do Chelsea. Mas, ao saber da vitória dos Reds, o preparador de goleiros Silvino não se conteve e 'deu com a língua nos dentes'.

“Sabia que era uma missão impossível, mas não queria televisões no hotel ou no ônibus. Não queria qualquer reação. Mas um membro da minha equipa técnica não se conteve: Silvino. Queria matá-lo”, contou Mourinho, após a conquista da Liga.

A vitória acabou beneficiando o Chelsea, que lidera disparado com 60 pontos, cinco a mais que o City, e com um jogo a menos. Mourinho não se surpreendeu com o triunfo do Liverpool, mesmo estando atrás na tabela (quinto lugar), e elogiou o trabalho do treinador Brendan Rodgers.

“Esperava que o Liverpool ganhasse porque o Brendan (Rodgers) está construindo uma equipe fantástica”, concluiu.

Leia tudo sobre: chelseamourinhotecnicofutebolingles