Meia-atacante Felipe Amorim comemora boa fase com a camisa do América

Jogador vem se firmando como referência do time alviverde neste início de temporada e ganhando a confiança do treinador

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Felipe Amorim já marcou três gols e deu uma assistência nesses sete jogos
AMÉRICA/DIVULGAÇÃO
Felipe Amorim já marcou três gols e deu uma assistência nesses sete jogos

Destaque do América na temporada, o meia-atacante Felipe Amorim completou no jogo de sábado, contra a Caldense, sua sétima partida como titular do Coelho. As boas atuações do jogador têm agradado ao técnico Givanildo Oliveira e ele é uma das principais esperanças do alviverde para as disputas do Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Série B do Campeonato Brasileiro. Nos últimos cinco jogos, Felipe Amorim balançou as redes adversárias três vezes, deu uma assistência para gol e sofreu duas penalidades.

“Meu começo de temporada não poderia ser melhor. Agora é continuar trabalhando para manter", afirmou o meia-atacante, que marcou um gol na vitória por 2 a 1 sobre a URT, na segunda rodada do Campeonato Mineiro, e dois no triunfo por 3 a 1 sobre o Luziânia (GO), em partida válida pela primeira fase da Copa do Brasil. No jogo contra a URT, ele ainda deu o passe para o gol do atacante Rodrigo Silva. Felipe Amorim sofreu pênalti no clássico contra o Atlético, na vitória por 2 a 1, e no confronto diante dos goianos.

O meia-atacante divide com os companheiros de equipe o bom momento que está vivendo com a camisa do América. "Fica menos complicado marcar gol jogando ao lado de jogadores como Mancini, Sávio, Henrique e Rodrigo Silva. O Mancini atuou por grandes clubes europeus. O Rodrigo também é muito inteligente. Assim como o Sávio e o Henrique, que vêm jogando bem. Fica fácil correr ao lado dessa turma, que a cada dia que passa está mais entrosada”, declarou o jogador, que veio por empréstimo do Goiás até o fim desta temporada.

O próximo desafio de Felipe Amorim e seu companheiros será o jogo contra o Villa Nova marcado para domingo, às 16h, no Estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima. O Coelho e o Leão do Bonfim fazem campanha idêntica no Campeonato Mineiro, com onze pontos conquistados, provenientes de três vitórias e dois empates. Os times marcaram seis gols e sofreram três. O clube de Nova Lima está em terceiro porque levou menos cartões vermelhos que o time da capital.

Leia tudo sobre: americacoelhofelipe amorimfuteboldestaque