Números do ‘novo Cruzeiro’ superam os do time bicampeão

Versão 2015 da equipe estrelada tem ataque e defesa mais positivos que os dois últimos anos

iG Minas Gerais | Guilherme Guimarães |

Bom início. 
Com time bastante reformulado, Cruzeiro segue com bons números na temporada 2015
LEO FONTES / O TEMPO
Bom início. Com time bastante reformulado, Cruzeiro segue com bons números na temporada 2015

A Copa Libertadores da América é o grande sonho de consumo do Cruzeiro no primeiro semestre deste ano. Devido a vontade imensa pelo tricampeonato continental, o técnico Marcelo Oliveira prioriza o torneio internacional e faz do Campeonato Mineiro um grande laboratório, com testes em busca da melhor formação titular.

Com um importante compromisso nesta terça diante do Huracán-ARG, pela segunda rodada do grupo 3 da Copa Libertadores, o comandante celeste escalou no último sábado uma equipe alternativa contra o Tupi. Mesmo com um time totalmente modificado, em relação ao grupo considerado titular, a Raposa bateu o Galo Carijó por 3 a 0 e mostrou que pode seguir dando alegrias ao torcedor.

Com a vitória sobre o Tupi, o Cruzeiro chegou aos 13 pontos na tabela de classificação do Campeonato Mineiro, manteve a liderança isolada do Estadual – pelo menos até a sexta rodada – e alcançou o melhor início de temporada em dois anos.

Em cinco jogos até aqui no Campeonato Mineiro, o time celeste tem quatro vitórias e um empate, mesmo aproveitamento de 2013, ano em que Marcelo Oliveira assumiu o comando da equipe. Entretanto, o Cruzeiro versão 2015 supera o de dois anos no quesito gols marcados e sofridos.

Nesta temporada já foram marcados 12 gols, dois a mais do que no primeiro ano da “era Marcelo Oliveira”. Em relação ao setor defensivo, um gol a menos foi registrado contra a Raposa: quatro em 2013, contra três gols sofridos neste ano.

“Fiquei bastante satisfeito. Houve entrega e organização no jogo contra o Tupi, mesmo com uma equipe alternativa. O objetivo foi alcançado. Conseguimos dar ritmo e observar os jogadores. É uma temporada pesada, com quatro competições, e vamos precisar de todos os jogadores”, analisou o treinador celeste.

Um dos destaques na quarta vitória do Cruzeiro no Mineiro, o atacante Henrique, chamado de “ceifador” pelo poder de fogo mostrado em outras temporadas, deixou sua marca pela primeira vez com a camisa do Cruzeiro. Sombra de Leandro Damião, o avante é um dos atletas que esperam alcançar vaga na equipe titular. “Temos que estar preparados para aproveitar as oportunidades. Agora é preparar para a próxima partida”, comentou o atacante.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave