Meninos da base exaltam vitória e já esperam por clássico

Carlos, que voltou ao time titular neste domingo, quer repetir boas atuações contra o Cruzeiro

iG Minas Gerais | Giselle Ferreira |

Mesmo sem a atuação ideal e empolgante que o torcedor espera do Atlético, o resultado apareceu no confronto contra o Guarani, neste domingo. Com desfalques importantes, a juventude chamou a responsabilidade para si e comandou a vitória do alvinegro por 2 a 0.

Carlos foi o primeiro a se destacar, acertando a trave em lance no primeiro tempo, mas foi Jemerson quem mostrou mais eficácia. Em cobrança de escanteio de Dodô, o zagueiro subiu para cabecear e abriu o placar para o Atlético. Outro lance protagonizado por Dodô, na etapa final, resultou em gol anotado por Lucas Cândido.

Mesmo tendo sido a principal arma do Galo contra o Guarani, Dodô mantém os pés no chão e divide os méritos com os companheiros. "A gente não pode ser egoista, né. Se tem um companheiro melhor colocado, tem que dar o gol pra ele. Tô feliz com a vitória mas mais feliz ainda com os jogadores da base atuando muito bem. A equipe tá de parabéns também, por ter se doado ao máximo. A gente vinha de três derrotas, então esse jogo era pra melhorar nossa auto-estima. Além de ganhar, jogamos bem, com muita chance de gol, criando bastante".

Para o técnico Levir Culpi, a participação efetiva dos garotos da base é elogiável. "O trabalho das categorias de base é muito atento e a gente conversa muito. É um prêmio já pro Atlético estar jogando com quatro jogadores formados em casa, é motivo de orgulho. São jogadores que podem em breve estar entre os melhores do país. É preciso precaução, mas já demonstraram potencial e eu não tenho medo de colocá-los. Se eles continuarem demonstrando essa disposição, eles vão jogar".

Clássico Já pensando na partida que o Atlético faz contra o Cruzeiro no próximo domingo (8), no Mineirão, Carlos valoriza a vitória em casa e se mostra ansioso pelo combate. "O resultado de hoje foi  muito importante, nos dá bastante confiança pro clássico. Estamos treinando firme, em ritmo muito forte, não podemos deixar cair. Agora o clássico vem aí, e nos jogos difíceis os melhores jogadores se sobressaem. É bom de jogar e eu gosto".

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave