Infecção de Urach 'sobe' para os glúteos e ela fará nova cirurgia

A vice-Miss Bumbum agora está com infecção no glúteo esquerdo, também causada pelo hidrogel, o mesmo produto que infeccionou suas pernas

iG Minas Gerais | Folhapress |

Internada desde a última sexta-feira (27) no hospital Alvorada, em São Paulo, Andressa Urach terá que ser submetida a uma nova cirurgia neste domingo (1º).

A vice-Miss Bumbum agora está com infecção no glúteo esquerdo, também causada pelo hidrogel, o mesmo produto que infeccionou suas pernas.

Andressa revelou que em 2012 fez novas aplicações de hidrogel, depois de ganhar o segundo lugar no Miss Bumbum. As primeiras aplicações, nas pernas, ela havia feito em 2009.

"Ontem, quando senti as dores, tive medo. Depois o inchaço desapareceu. Mas hoje de manhã a dor subiu da perna para o bumbum", explicou.

Além do hidrogel, ela também fez aplicações de PMMA no bumbum, o famoso metacril, usado também por celebridades como Valesca Popozuda.

"A culpa é minha. Minha vaidade me fez passar dos limites. Nunca contei isso a ninguém", revelou ela, sobre as aplicações no bumbum.

O hidrogel que infeccionou as pernas de Andressa foi quase completamente retirado durante o tempo em que ela ficou internada no hospital Conceição, em Porto Alegre. Agora, ela terá que remover o produto também dos glúteos.

"Tudo que estou passando está sendo muito difícil para mim, que sempre fui muito vaidosa. Mas prefiro estar viva do que me preocupar neste momento com a vaidade. Tenho muita fé em Deus e sei que não existe cruz maior que não possamos carregar. E eu estou preparada para esse desafio. Sei que Deus está comigo pois sou fiel a ele e ele me honrará", disse ela, que aproveitou o tempo no hospital para ler a autobiografia do novo patrão, Edir Macedo, "Nada a Perder".

"Graças a Deus, hoje não preciso mais do meu corpo. Trabalho honradamente e sustento minha casa. Prefiro ter pernas e poder caminhar e ter metade de uma bunda do que estar morta. Porque sei que Deus tem planos muito grandes para mim", desabafou Andressa.

VEJA A CRONOLOGIA DO CASO

2009 Andressa aplica cerca de 1 litro de hidrogel nas coxas (500 ml em cada), para deixá-las mais grossas. Anos depois, ela revelou que também já havia aplicado metacril (PMMA).

2012 Andressa faz novas aplicações de hidrogel e metacril, desta vez no bumbum.

julho de 2014 O corpo de Andressa começa a rejeitar o hidrogel. Ela tem febre, dores muito fortes e é submetida a uma lipoaspiração para retirar o produto, mas ainda ficam resíduos.

28 de novembro de 2014 Ainda sentindo dores, ela é submetida a nova cirurgia para tentar remover os restos que ficaram do hidrogel.

30 de novembro de 2014 Andressa chega na casa da mãe, em Porto Alegre, com muita dor e mal estar. Por volta das dez da noite, começa a ter vômitos e desmaios e é levada às pressas para o pronto-socorro do hospital Conceição, onde é internada.

1º de dezembro de 2014 No hospital, Andressa é submetida a nova cirurgia para retirar os resíduos do produto e encaminhada à UTI, onde fica sedada recebendo antibióticos fortes para tentar combater a infecção.

3 de dezembro de 2014 Ainda na UTI, apresenta leve melhora e volta a respirar sem a ajuda de aparelhos.

11 de dezembro de 2014 Ainda na UTI, ela faz transfusões de sangue para repor o sangue perdido nas cirurgias.

12 a 23 de dezembro de 2014 Segue internada na UTI, fazendo fisioterapia e tratando a infecção.

24 de dezembro de 2014 Andressa recebe alta e vai para casa, passar o Natal com a família.

7 de janeiro de 2015 Andressa é internada novamente com quadro de infecção causado por uma nova bactéria. É liberada no mesmo dia.

27 de fevereiro de 2015 Após dois meses se recuperando em casa, Andressa sente fortes dores e é novamente internada em São Paulo, no hospital Alvorada.

1º de março de 2015 Andressa é submetida a nova cirurgia para retirada do hidrogel, desta vez no bumbum.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave