'Número 1 é irrelevante, vou manter o 44', diz Hamilton

Escolha é símbolo de sorte para piloto

iG Minas Gerais | Folhapress |

Tendo a oportunidade de usar pela segunda vez em sua carreira na F-1 o número 1 em seu carro, Lewis Hamilton escolheu manter o 44 no bico de seu Mercedes na temporada que começa no próximo dia 15, na Austrália.

De acordo com o piloto inglês, o número 1 é "irrelevante". "Qualquer um pode usar o 1, mas o 44 é só meu. O Sebastian [Vettel] já usou, o Michael [Schumacher] usou, mas o 44 só eu. É o número da sorte da minha família e o número com o qual eu ganhei meu primeiro título no kart", explicou Hamilton em Barcelona, onde neste domingo será encerrada a pré-temporada da F-1.

No ano passado a FIA mudou seu regulamento e fez com que os pilotos escolhessem um número para usar durante toda sua carreira.

E deu a opção para que os campeões mundiais optem por usar o número 1 ou seu número fixo - Vettel, no ano passado, correu com o 1 no bico de seu Red Bull.

"Eu já usei o número 1 e não ficou bom no meu carro. Só porque não vou usá-lo não significa que não sou o número um", completou o inglês que foi campeão em 2008 e na temporada de 2009 correu com o 1 em seu McLaren.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave