Rosto novo na tela da Globo

Estreante na emissora carioca, Débora Rebecchi comemora espaço em ‘Alto Astral’

iG Minas Gerais |

Débora conta que agora já consegue lidar com o ritmo das gravações
Isabel Almeida/CZN/Divulgação
Débora conta que agora já consegue lidar com o ritmo das gravações

A estreia de Débora Rebecchi na teledramaturgia funciona como um divisor de águas na carreira. Acostumada a fazer testes na Rede Globo desde 2009, a atriz garante que a oportunidade de interpretar Liz em “Alto Astral” veio na hora certa. “É uma rotina corrida, uma pressão muito grande. Acho que agora estava mais preparada para começar na TV”, justifica, garantindo certa maturidade artística aos 28 anos.

Natural de São Paulo, ela já era conhecida dos produtores de elenco da emissora carioca, mas o convite veio por meio de Daniel Ortiz. O autor da atual novela das sete já havia visto Débora nos palcos e a chamou para fazer um teste. “Recebi um monólogo e gravei em São Paulo mesmo. Uns dias depois me avisaram que eu tinha passado”, conta.

Além de se mudar temporariamente para o Rio de Janeiro, Débora fez outras adaptações para interpretar a doce Liz. Como sua personagem é uma psicóloga especializada em pacientes com problemas químicos, a atriz participou de workshops com terapeutas e também visitou um hospital psiquiátrico. “Foi muito importante para entender o elo de confiança que se cria entre o profissional e o paciente. Existe uma entrega muito grande das duas partes”, pontua. Além disso, para aparecer pela primeira vez na TV, ela teve de se acostumar com o processo industrial da teledramaturgia.

Cria do teatro e com alguns filmes no currículo, Débora garante que não é fácil pegar o ritmo acelerado da TV. “O que eu gravaria em dois meses no cinema, gravo na TV em duas semanas”, exagera.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave