Homem rouba médico cubano em posto de saúde e o ‘orienta’ a fazer B.O.

Centro de Saúde Etelvina Carneiro ficou fechado para atendimento ao público, no período da tarde, para reunião sobre a segurança no local

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um médico cubano, de 47 anos, foi roubado dentro de um consultório no Centro de Saúde Etelvina Carneiro, na região Norte de Belo Horizonte, nessa sexta-feira (27). Depois do crime, o posto, que fica na rua Mar de Rosas, foi fechado para reunião sobre segurança, segundo funcionários.   O suspeito invadiu um dos consultórios e depois de fechar a porta, mostrou a arma para o médico A.L.T.R. e anuncio o assalto. A vítima teria dito ao bandido que não tinha dinheiro, segundo a Polícia Militar (PM). Com isso, o criminoso obrigou o homem a entregar o relógio. Antes de fugir, contudo, o suspeito teria “ensinado” ao médico estrangeiro como registrar o crime. Ele teria dito para o servidor esperar que ele saísse, chamasse a polícia e fizessem um Boletim de Ocorrência (B.O.). Até o momento, o suspeito não foi identificado.   De acordo com funcionários do local, após o crime, que aconteceu de manhã, o posto ficou fechado para atendimento ao público e foi realizado uma reunião sobre a segurança no local.   O médico atua no Brasil pelo programa Mais Médicos do Governo Federal.   A reportagem de O TEMPO entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde e aguarda posicionamento sobre o caso.

Leia tudo sobre: roubomédico cubanoB.O.centro de saúdefechadoposto