Dilma disse que aumento é passageiro

Dilma deu as declarações em Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul, durante a inauguração de um parque eólico

iG Minas Gerais |

Porto Alegre. A presidente Dilma Rousseff disse ontem que o aumento nos preços da energia elétrica é passageiro e motivado pelo período de seca que o país enfrenta. Segundo ela, a substituição das formas de produção de energia em momentos de estiagem, das usinas hidrelétricas para as térmicas ou biomassa, faz com que seja necessário arcar com as despesas das matérias-primas.  

“Você só vai usar a energia térmica, que é mais cara, quando precisar. Nós estamos precisando. Os aumentos nos preços da energia são passageiros, em função do fato de que o país enfrenta a maior falta de água dos últimos 100 anos”, justificou. De acordo com a presidente, a produção de energia hidrelétrica é mais barata, porque não é necessário pagar pela água, diferentemente de itens como o gás, carvão ou biomassa.

Dilma deu as declarações em Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul, durante a inauguração de um parque eólico.

Chuva

ONS. Os reservatórios da região SE/CO devem encerrar março com 27,1% da capacidade de armazenamento. Para evitar o racionamento, o volume tem que chegar a 35% no fim de abril.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave