Detalhes que deixam seus fios ainda mais lindos!

iG Minas Gerais |

 Com pequenos cuidados, é possível que os cabelos fiquem sempre bonitos
Fotos Beleza Natural/Divulgação
Com pequenos cuidados, é possível que os cabelos fiquem sempre bonitos

Olá, minha amiga. Tudo bem? Os cabelos são a moldura do nosso rosto. Faz toda a diferença estar com os fios sempre bem cuidados! Valoriza ainda mais nossa beleza e nos deixa superconfiantes. E o sonho de ter um cabelo bonito é muito mais simples do que imagina. Separei aqui dez dicas básicas para que tenha os cachos perfeitos. 1 - Relax e sem agredir Faça mensalmente seu relaxamento com uma química não agressiva e que contenha extrato de açaí e cacau. O tratamento retira o volume excessivo dos fios, tornando os cabelos crespos e ondulados mais maleáveis, brilhosos, com os cachos definidos e saudáveis. Isso tudo sem causar nenhuma espécie de alisamento. 2 - Hidrate em casa Duas vezes por semana, lave, condicione e hidrate com produtos específicos para seu tipo de cacho. Não se esqueça de retirar o excesso de água dos fios com uma toalha, antes de passar o creme de tratamento. E jamais fique com o produto mais tempo do que o necessário. Assim, não corre o risco de as madeixas ressecarem ainda mais. 3 - Cuidado com o creme Retire todos os dias seu creme de pentear completamente, apenas com água, e, depois, reaplique. Passá-lo de forma correta é o grande segredo! Comece pela raiz e vá para o comprimento e pontas. É muito importante que todas as madeixas recebam o produto. Depois, é só amassar, começando pela raiz. Se passar uma quantidade menor ou maior do que o necessário, vai perceber que, na hora de soltar, os cachos vão esfarelar. 4 - Use água fria Use apenas água fria! A temperatura alta resseca os fios. 5 - Desembarace Na hora de desembaraçar os cabelos cacheados, use um pente de dentes largos. Comece a pentear pelas pontas. Depois, desembarace comprimento e raiz. E sempre com muito cuidado e carinho. 6 – Corte o cabelo Cortar o cabelo a cada dois meses é importante para tirar aquelas pontinhas mais fracas e dar força. Aliás, um bom corte valoriza muito as madeixas.  7 – Solte os fios De nada adianta manter os cachos definidos se não permite que eles fiquem soltos. Quando eles estiverem completamente secos, coloque algumas gotas de um finalizador específico para cabelos cacheados, com toque seco e antifrizz nas mãos e amasse os cachos. Para soltar a raiz, faça movimentos circulares no couro cabeludo com a ponta dos dedos. 8 – Hidrate no salão Uma vez por mês, faça uma hidratação caprichada no salão. Adoro a que é feita à base de óleo de manga e queratina ou uma maravilhosa reposição de sais minerais. 9 – Cuidado ao prender Nunca prenda o cabelo molhado ou úmido, pois os fios estão mais frágeis e quebram com mais facilidade. 10 – Não use chapinha Nunca use chapinha e utilize secador apenas para alguns momentos. O calor excessivo danifica as madeixas. Anotou? Sigo cada uma delas à risca! Embarque nessa e verá seu cabelo se transformar. Um beijo, Zica.

PERGUNTAS E RESPOSTAS

Olá, Zica. Estou ansiosa para fazer o Super-Relaxante, mas tenho algumas dúvidas. Estou há oito meses sem relaxamento, quatro que não faço cauterização, dois sem selagem e um mês sem pintar o cabelo.  Quero iniciar o tratamento imediatamente, pois meu sonho é ter as madeixas cacheadas. Só que meus fios estão quebradiços e com queda. Ultimamente, só hidrato e escovo toda semana. Será que consigo fazer o tratamento rápido ou tenho que esperar mais algum tempo? Obrigada. Érica Priscila Valeriano – Belo Horizonte. Oi, Érica. Você pode, sim, ter seus cachos de volta. Primeiro, pare de fazer escova. O excesso de calor danifica demais os fios e ainda promove um alisamento físico no seu cabelo. O tempo médio sem química para fazer o Super-Relaxante é de três meses para ter uma boa raiz para aplicar o tratamento. Mesmo assim, vá ao instituto mais próximo da sua casa para uma avaliação gratuita. Nossa consultora irá te indicar alguns produtos para cuidar desse fio desde agora e prepará-lo para o Super-Relaxante. Beijos, Zica.

Jeans colorido está com tudo!

Sucesso nos anos 80, o jeans colorido voltou com força total em shorts e calças. Eles chegaram para alegrar a produção e trazer muito charme. Esqueça o azul tradicional e ouse nas tonalidades mais vivas, sem medo! O segredo está nas combinações. Dá até para usá-lo com estampas de animais e com outras cores vibrantes. Mas para não errar no visual, separamos algumas dicas básicas para ajudar. Antes de tudo, é importante observar a forma do seu corpo. Se seus quadris são maiores ou se tem coxas grossas, escolha camisetas e casacos mais largos para combinar com o jeans. Os tons mais fechados são os mais indicados para quem ainda não aderiu de fato a essa moda. O amarelo é o mais discreto. Já o verde-musgo é elegante e tem cara de calça social comum, dependendo da combinação. O rosa-bebê é bem feminino e pode fazer parte de diversos visuais do tipo romântico. Para combinar, escolha cores neutras como branco, bege e nude. As calças skinny ficam maravilhosas para serem usadas com salto alto, pois são justinhas e têm um ar mais sensual. Para dar um toque mais despojado, a sugestão é dobrar a barra da calça ou abusar do short para usá-los com rasteirinha, sapatilha ou tênis. Jeans colorido e sapato colorido podem ser um pouco demais. O melhor é usar o tom sobre tom, como sapato vermelho com salto alto e calça vermelha. Fica um arraso!

Transformação

Quando pequena, Raquel Russier, hoje com 28 anos, usava seus cabelos sempre trançados. Ela conta que sua mãe fazia isso porque seus fios eram muito crespos. “Queria andar com ele solto, sentir aquele balanço, como os das minhas amigas. Mas não tinha condições”, conta ela. Até os 12 anos, não tinha usado qualquer tipo de química. Nessa época, porém, começou a fazer relaxamento em casa. Aos 16 anos, resolveu usar aplique. Ela era passista de escola de samba e conta que fez isso porque queria ficar mais bonita. Mas tudo isso castigou demais os seus fios. Depois, fez trancinha estilo rastafari e passou a aplicar guanidina. “Meu fio alongou e quebrou muito”, conta. Em seguida, veio a fase das mechas loiras. Uma parte do cabelo caiu e ela virou refém da prancha. Foi quando o instituto de Madureira, bairro da zona Norte do Rio de Janeiro, abriu as portas. E ela foi conhecer, convidada por uma amiga. “Quando conheci o Beleza Natural, meu fio estava muito ruim” lembra. Ela iniciou o tratamento e, em poucos meses, sua história era outra. “Tenho uma relação de liberdade com meu cabelo. Posso usá-lo preso ou solto, posso balançá-lo à vontade! Além de me sentir muito mais bonita e confiante”, finaliza Raquel, muito orgulhosa de seus cachos. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave