Mais gente no app, menos fila

Downloads passam de 500, e já há 331 hospitais do Brasil cadastrados

iG Minas Gerais | Raquel Sodré |

Empreendedores. O app foi criado pelos empresários Thiago Naves (dir.), Fernando Mascarenhas (centro) e Bruno Barbosa (esq.)
Quickmed / Divulgacao
Empreendedores. O app foi criado pelos empresários Thiago Naves (dir.), Fernando Mascarenhas (centro) e Bruno Barbosa (esq.)

As longas horas nas salas de espera de hospitais públicos e privados costumam ser a queixa mais frequente de quem precisa de um serviço de pronto-socorro. Essa é uma explicação clara de por que o aplicativo gratuito Quickmed já teve mais de 500 downloads somente depois de um mês lançado para o público.  

Inspirado na rede colaborativa Waze, que traz a situação do trânsito em tempo real, o Quickmed foi criado por três empresários mineiros com o objetivo de informar aos cidadãos quais hospitais estão com menos gente nas salas de espera.

“Sou pai de crianças pequenas, e já cheguei a esperar cinco horas com elas em hospitais para ser atendido. Pensei que tinha que haver uma solução para aquilo, e comecei a desenvolver o aplicativo”, conta Thiago Naves, criador do app junto com o engenheiro Fernando Mascarenhas e o publicitário Bruno Barbosa.

Em sua interface inicial, o aplicativo dá a opção de o usuário escolher o Estado onde está, a cidade e a forma como quer que as informações sejam organizadas – por lotação ou em ordem alfabética. Abrindo o nome do hospital de sua preferência, o usuário tem acesso à data e ao horário da atualização e à situação do hospital.

O cadastro de hospitais, tanto públicos como privados, é feito pelos próprios usuários, bem como a situação do pronto-socorro naquele exato momento. “A ideia é que a pessoa olhe o aplicativo antes de sair para um hospital. Chegando lá, ela irá alimentar o app com as informações atualizadas da sala de espera, continuando a corrente”, explica Naves.

O cadastro, que começou com os hospitais das capitais da região Sudeste, agora já conta com instituições em todas as capitais do Brasil. Usuários do país inteiro podem encontrar informações sobre os pronto-socorros de 331 hospitais (até o fechamento desta edição).

“Quando a pessoa interage com o aplicativo, ela está melhorando o serviço de saúde. Essa é uma resposta da própria sociedade para um problema. Com isso, esperamos melhorar os serviços de saúde do Brasil como um todo”, afirma Naves.

Serviço

Como baixar. O app Quickmed está disponível gratuitamente na Google Play, loja de aplicativos Android. Até o fim de março, será lançada a versão para aparelhos da Apple, também gratuita.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave