Joaquim Levy diz, corte de R$ 25 bi por ano não garante emprego

Segundo informações de Levy, cerca de 55 mil empresas continuarão a ser beneficiadas com o corte de tributos, enquanto cerca de outras 70 mil voltarão ao regime normal de cobrança

iG Minas Gerais | Folhapress |


Estudo. 
Joaquim Levy deu carta branca para técnicos encontrarem medidas para reequilibrar contas
RENATO COSTA
Estudo. Joaquim Levy deu carta branca para técnicos encontrarem medidas para reequilibrar contas

Em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (27), o ministro Joaquim Levy, disse que o corte de tributos sobre a folha de pagamentos custa ao Brasil R$ 25 bilhões por ano e que análises chegaram a conclusão que essa medida não vem protegendo o emprego.

Pela manhã, o governo afirmou que vai reduzir o benefício fiscal das empresas. Essa medida tem como objetivo reequilibrar as contas públicas.

Segundo informações de Levy, cerca de 55 mil empresas continuarão a ser beneficiadas com o corte de tributos, enquanto cerca de outras 70 mil voltarão ao regime normal de cobrança.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave