Nadador brasileiro é suspenso por seis meses por doping

Em dezembro, atleta foi pego em exame antidoping no Mundial de Piscina Curta de Doha

iG Minas Gerais | Folhapress |

Em julgamento realizado nesta sexta-feira na sede da Federação Internacional de Natação (Fina), em Lausanne, na Suiça, foi decidida a suspensão de seis meses do nadador brasileiro João Gomes Júnior. O atleta foi pego em exame antidoping no Mundial de Piscina Curta de Doha, no Qatar, em dezembro de 2014.

Gomes, 29, foi flagrado no teste com hidroclorotiazida, umasubstância diurética que tem a capacidade de mascarar o possível uso de outras substâncias.

A Fina não cancelou as medalhas conquistadas pela equipe brasileira no Mundial e o país seguirá no topo da classificação, com sete ouros, uma prata e dois bronzes. Gomes havia participado das eliminatórias em três revezamentos no qual o Brasil obteve a medalha de ouro na decisão: 4x50 m medley, 4x100m medley e 4x50m medley misto. A decisão pela manutenção das medalhas será explicada futuramente pela Fina.

A suspensão do atleta brasileiro é retroativa, começando no dia 4 de dezembro, quando o exame foi realizado. Ele poderá voltar a competir a partir do dia 3 de junho.

A Federação decidiu também que todos os resultados obtidos pelo atleta após o dia 4 de dezembro serão anulados e, dessa forma, quaisquer medalhas ou prêmios que ele tenha recebido por competições nesse período terão de ser devolvidos. O atleta e a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos tem até 21 dias para recorrer da decisão.

Leia tudo sobre: Dopingnataçãobrasileirosuspensão