Taddy Blazusiak pode ser hexa do Mundial em Belo Horizonte

Polonês tem o sexto título próximo e uma vitória o garante no alto do pódio com antecedência

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Diversos obstáculos artificiais testarão as habilidades dos pilotos
DIVULGAÇÃO - Y. SPORTS
Diversos obstáculos artificiais testarão as habilidades dos pilotos

Mesmo favorito para conquistar a etapa brasileira do Mundial de Super Enduro, neste sábado, no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte, o polonês Taddy Blazusiak prefere ter cautela e não se exaltar sobre a primeira posição. Este será o segundo ano consecutivo em que a cidade recebe a prova. 

 Blazusiak terá alguns adversários de bom nível, como os britânicos Jonny Walker e Paul Bolton, segundo e sexto colocados, respectivamente. O polonês, que venceu a última etapa em Guadalajara, no México, sabe que muito pode acontecer quando todos entrarem na pista. Se vencer, ele será campeão por antecipação. Seria o seu sexto título mundial.

“Estou um pouco ansioso para a prova e a possibilidade de conquistar o hexacampeonato não me preocupa, pois é uma pressão normal. Minha estratégia é ser consistente e irei administrar a vantagem, vou acelerar sem me preocupar com excessos”, mostra.

Walker reconhece a superioridade do polonês e espera incomodar o adversário como puder. “É uma questão de experiência. Quanto mais tempo tiver, mais perto do Taddy iremos chegar. No sábado quero fazer uma prova para agradar e levantar o público no Brasil”, aponta.

Pela primeira vez no Brasil, Bolton aprovou a pista que viu no ginásio da capital mineira. “Gostei muito da pista, uma das mais preparadas do Mundial, espero dar trabalho aos meus concorrentes”, relata.

Quem chega sem muita pressão por bons resultados é o norte-americano Ian Blythe, uma das atrações da temporada. “Não sou especialista em Super Enduro, vou aproveitar a oportunidade para me divertir ao lado de grandes pilotos”, admite.

Por mais que os gringos sejam os favoritos, brasileiros como Jomar Grecco, Luis Felipe Braga, Bruno Crivilin e Rigor Rico esperam ter um bom desempenho e terminar nas primeiras posições.

Papel cumprido. A organização espera sair satisfeita ao final do evento de sábado. O fato de conseguir trazer referências da modalidade é apenas um dos pontos positivos indicados pelos idealizadores.

“Trazer pilotos desse nível para o Brasil é uma honra. Enfrentamos muitas dificuldades, mas sempre querendo aprimorar. Vamos torcer para que seja uma prova de alto nível e que ajude os pilotos nacionais a elevarem e aprimorarem tecnicamente. Vamos fazer do evento um sucesso”, garante Sebastião Lago Júnior, organizador do evento

Os ingressos para assistir ao espetáculo ainda estão à venda no site oficial do evento www.mundialdesuperenduro.com.br. No sábado as bilheteria estarão abertas na parte da manha. O primeiro treino livre será aberto ao público e começa as 13h, com cronometrados às 15 e as corridas a partir das 19h.