Caixa suspende crédito para móveis e eletros no Minha Casa Minha Vida

Em nota, o banco estatal informou que as novas contratações estão sendo discutidas no âmbito do programa Minha Casa Minha Vida fase 3, sem data para sair do papel

iG Minas Gerais | Folhapress |

A Caixa suspendeu na última sexta-feira (20) as contratações do Minha Casa Melhor, uma linha de crédito para beneficiários do Minha Casa Minha Vida comprarem móveis e eletrodomésticos.

A liberação do dinheiro é feita por meio de um cartão específico para este programa.

Em nota, o banco estatal informou que as novas contratações estão sendo discutidas no âmbito do programa Minha Casa Minha Vida fase 3, sem data para sair do papel. Disse ainda que os cartões referentes a contratos já assinados continuam valendo.

O cartão do Minha Casa Melhor é uma linha de até R$ 5.000, que podem ser pagos em até 48 meses, com juros de 5% ao ano. Os varejistas cadastrados no programa são obrigados a dar, no mínimo, 5% de desconto sobre o preço à vista.

Lançado em junho de 2013 pelo Palácio do Planalto, o Minha Casa Melhor dividiu opiniões dentro do governo e tinha resistência por parte do banco estatal, devido ao seu impacto sobre as contas públicas e ao risco de inadimplência.

Se todos os beneficiários tomassem o crédito, seriam necessário R$ 18,8 bilhões, mas o Tesouro Nacional colocou à disposição da Caixa R$ 3 bilhões para serem emprestados.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave