América apresenta documentos que garantem identidade visual do clube

Clube afirma que se não tiver seu direito garantindo o Atlético terá de mandar seus jogos em outro local

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Documento do América referente ao Independência
DIVULGAÇÃO AMÉRICA
Documento do América referente ao Independência

A diretoria do América divulgou nesta sexta-feira documentos oficiais que comprovam a Cessão de Uso do Independência firmado entre o clube e o Estado de Minas Gerais obrigando o poder público a manter a identidade visual do estádio.

No documento consta que o Independência é propriedade do América desde 1989 e que em 2009, para atender a exigências da Fifa para a realização da Copa do Mundo, o governo de Minas Gerais firmou um acordo se obrigando a realizar reformas estruturais para transformar o local em campo de treinamento das seleções sem mudar a identidade visual do clube.

Segundo o mesmo documento, em março de 2012 o estado concedeu direito de uso do Independência à iniciativa privada. A BWA, que venceu a licitação para a administração do estádio, herdou a obrigação de manter no local a marca do América. A diretoria americana não contesta a decisão da Conmebol, mas destaca no documento que se o Atlético não conseguir chegar a um acordo com a entidade para solucionar o problema vai ter que mandar suas partidas em outro local.

Leia tudo sobre: américadocumentoconmebolindependênciaidentidade visualatlético