Três pontos e tranquilidade

Time de Uberlândia quer vitória para se manter na quarta posição e diminuir a diferença para o 3º

iG Minas Gerais | Thiago Prata |

Briga direta. 
Em quarto lugar, técnico do Praia, Ricardo Picinim, quer vitória sobre Molico, terceiro colocado, para diminuir diferença
douglas magno
Briga direta. Em quarto lugar, técnico do Praia, Ricardo Picinim, quer vitória sobre Molico, terceiro colocado, para diminuir diferença

A primeira fase da Superliga feminina chega a sua reta final com uma disputa mineira à parte valendo o quarto lugar. Em alta na temporada, o Camponesa-Minas vem conquistando pontos preciosos, aguardando um tropeço do rival Dentil-Praia Clube para chegar ao G-4. Por sua vez, o time de Uberlândia não quer dar brechas e trata cada desafio restante como uma decisão, a fim de obter vantagem nas quartas de final da competição.

E esta sexta-feira reservará mais um capítulo dessa saga, mesmo com o Minas fora de quadra. Às 21h30, no ginásio José Liberatti, em Osasco, o Praia busca uma vitória sobre o Molico-Nestlé-SP para se afastar das minastenistas e, consequentemente, se aproximar da agremiação paulista, terceira colocada.

A equipe comandada por Ricardo Picinin tem 42 pontos, apenas dois a mais que o clube da rua da Bahia. Já o Minas, que ganhou do Rio do Sul-Equibrasil-SC na última terça-feira, folga na nona rodada do torneio nacional e fica na torcida por uma derrota das uberlandenses.

O Praia vai para o confronto diante do Molico embalado por cinco triunfos consecutivos, sendo que o último deles foi para um dos concorrentes diretos pelo G-4, o Pinheiros-SP, por 3 sets a 0. “Conseguimos essa grande vitória (sobre o Pinheiros, há uma semana), mas o foco agora é na equipe do Molico-Nestlé. Praticamente garantimos o quarto lugar. E vamos em busca do terceiro”, sintetizou o técnico Ricardo Picinin.

A central do time de Uberlândia, Letícia Hage, está ciente da importância do duelo desta sexta na briga pela terceira e pela quarta posições. “A vitória sobre o Pinheiros serviu para dar moral, afinal, foi contra um adversário direto. Isso deu um gás a mais para nós nesse momento importante”, comentou a jogadora.

Por sua vez, o Molico, dono de 47 pontos na tabela de classificação, espera fazer valer o fator quadra para frear o ímpeto do Praia. “Temos o Dentil-Praia Clube pela frente e sabemos que será extremamente difícil. Vamos entrar para conquistar os três pontos, mas estamos preparadas para um jogo de cinco sets. O importante é ganhar”, destacou a ponteira Gabi.

Ingressos Sada Cruzeiro. Os ingressos para o jogo deste sábado, às 21h30, diante do Sesi-SP, no ginásio do Riacho, custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). As vendas começam nesta sexta na Sede do Barro Preto, das 9h às 17h.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave