Os livros como corpo físico da produção artística

Mostra coletiva conta com mais de 5o títulos produzidos no Brasil que compõem grande acervo da UFMG

iG Minas Gerais | lucas buzatti |

Pioneiro da poesia visual, Paulo Bruscky participa da abertura da mostra
Paulo Bruscky
Pioneiro da poesia visual, Paulo Bruscky participa da abertura da mostra

Começa amanhã a exposição Livros de Artista no Brasil, que vai até o dia 12 de março na Biblioteca Estadual Luiz de Bessa. A abertura contará com a presença do pioneiro artista pernambucano Paulo Bruscky, que participará de um bate-papo sobre a produção de livros de artista no Brasil.

“O que caracteriza o livro de artista é sua apresentação como corpo físico. O livro como meio-fim, que gera informação através do processo, e não necessariamente apenas com o texto”, explica Bruscky, citando alguns subgêneros de livros de artista, como o livro-xerox, o livro-carimbo, o livro-correio e, até, o livro comestível, lançado por ele em 1974.

“Na época, eu fazia uma ironia com o Mobral, que dizia que alfabetizava as pessoas, quando na verdade elas estavam passando fome, precisando de comida. Foi uma crítica ao regime militar”, explica.

Para Bruscky, a conversa preliminar será importante para pontuar o papel e os desafios do livro de artista ao decorrer dos anos. “O livro de artista, assim como a poesia visual, até hoje não é visto como literatura. Só consideram o concretismo”, reflete, pontuando que, para ele, “Belo Horizonte é a Itália da poesia visual”.

Pesquisador de livros de artista há 10 anos, o curador Amir Britto escolheu os cerca de 50 livros que compõem a exposição a partir do acervo da biblioteca UFMG – o maior do Brasil, aberto ao público. “É um apanhado desses volumes produzidos nas últimas seis décadas. A maioria deles tem uma tiragem muito pequena, alguns com apenas um ou dois exemplares”, conta. “Além de chamar a atenção para a existência dessas obras, desse acervo, a exposição mostra que o livro de artista é uma obra de arte acessível, que você pode ter em casa”, conclui o curador.

Serviço. Exposição Livros de Artista no Brasil, na Biblioteca Estadual Luiz de Bessa (praça da Liberdade, 21, Funcionários). Abertura com Paulo Bruscky amanhã, às 10h. Visitação até 12 de março, de 2ª a 6ª, das 8h às 20h; sáb., das 8h às 12h . Entrada franca.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave