Buraco negro ‘descomunal’ desafia as teorias atuais

Um buraco negro é um objeto astronômico invisível, com gravidade tão forte que nenhuma partícula, nem mesmo a luz, consegue escapar de sua força de atração

iG Minas Gerais |

Paris, França. Os astrônomos anunciaram nesta terça a descoberta de um “descomunal” buraco negro, muito antigo – formado há 900 milhões de anos –, que desafia as teorias atuais sobre como esses objetos astronômicos se desenvolveram nos primórdios do universo.

Um buraco negro é um objeto astronômico invisível, com gravidade tão forte que nenhuma partícula, nem mesmo a luz, consegue escapar de sua força de atração.

A massa desse buraco negro, situado no centro de um quasar (objeto ultraluminoso), é 12 bilhões de vezes maior que a do Sol, afirmaram astrônomos na revista britânica “Nature”. “A formação de um buraco negro é tão grande, tão rápido, é difícil de interpretar com as teorias atuais”, disse Fuyan Bian, da Universidade Nacional da Austrália.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave