Suárez nega ter mordido zagueiro e pede respeito para imprensa inglesa

Atacante uruguaio disse que Demichelis apenas pôs a mão em seu peito e ele olhou; atleta alfinetou seleção inglesa por gols na Copa

iG Minas Gerais | Folhapress |

Mordida de Suárez rende piadinhas na internet
Reprodução
Mordida de Suárez rende piadinhas na internet

O atacante uruguaio Luis Suárez negou que tenha tentado morder o zagueiro argentino Demichelis durante um lance do jogo da vitória do Barcelona sobre o Manchester City, por 2 a 1, na terça-feira (24), na Inglaterra, pela partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

"Ele [Demichelis] colocou a mão no meu peito", disse Suárez em entrevista à rádio uruguaia Desporto 890, de acordo com a publicação do jornal "The Guardian" desta quinta-feira (26).

O lance aconteceu quando os dois jogadores corriam lado a lado rumo à grande área e o zagueiro colocou a mão no peito do atacante. Suárez abaixou a cabeça e a levantou repentinamente. A suposta mordida foi noticiada pela mídia inglesa e citada nas redes sociais.

"Eu não entendo por que eles [a mídia inglesa] querem fazer isso. Eles querem criar problemas para mim. Eles devem estar feridos pelos dois gols que fiz na Copa do Mundo", acrescentou o atacante citando os gols marcados na vitória do Uruguai sobre a Inglaterra por 2 a 1, pela primeira fase do Mundial de 2014.

Suárez tem um histórico de morder adversários. O último episódio foi durante o jogo entre Uruguai e Itália, realizado no dia 24 de junho, quando mordeu o zagueiro italiano Giorgio Chiellini.

Leia tudo sobre: suárezatacantebarcelonamanchesterimprensa inglesa