Dólar chega a R$ 2,88 e volta a fechar no maior nível desde 200

Na máxima do dia, por volta das 13h, a cotação estava em R$ 2,891

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Argentina cria exigências para controlar volume de dólares no país
ADEM KAYA/ARQUIVO STOCKXPERT
Argentina cria exigências para controlar volume de dólares no país

Em mais um dia de turbulência no mercado financeiro, o dólar comercial aproximou-se de R$ 2,89 e voltou a fechar no maior nível em mais de dez anos. A divisa encerrou esta quinta-feira (26) vendida a R$ 2,885, com alta de 0,59%. A cotação fechou no maior valor desde 15 de setembro de 2004 (R$ 2,903).

A moeda norte-americana começou o dia em baixa, vendida por R$ 2,845. Às 10h30, a cotação começou a disparar. Na máxima do dia, por volta das 13h, a cotação estava em R$ 2,891. Nas horas seguintes, oscilou em torno de R$ 2,88. O dólar acumula alta de 7,28% em fevereiro e de 8,52% em 2015.

O dólar subiu no mundo todo depois da divulgação de dados que reforçaram a recuperação da economia norte-americana. Em janeiro, as encomendas de bens duráveis (como automóveis e eletrodomésticos) subiram nos Estados Unidos, interrompendo uma sequência de quatro meses de queda.

O aumento do consumo nos Estados Unidos reforça as perspectivas de que o Federal Reserve (Banco Central norte-americano) pode aumentar em breve os juros da maior economia do planeta. Juros mais altos nos países desenvolvidos reduzem o fluxo de capital para países emergentes como o Brasil, pressionando o dólar para cima.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave