Produção industrial atingiu 42,7 pontos em janeiro, mostra CNI

A CNI detectou pessimismo dos empresários para o próximo semestre, com os indicadores abaixo de 50 pontos

iG Minas Gerais | Folhapress |

Em escala de 0 a 100, índice abaixo de 50 indica que desaquecimento da indústria continua
Arquivo/Agência Brasil
Em escala de 0 a 100, índice abaixo de 50 indica que desaquecimento da indústria continua

O índice de produção industrial, medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), atingiu 42,7 pontos em janeiro, acima do registrado em dezembro, 38,3. Os dados estão na pesquisa mensal Sondagem Industrial. Segundo a CNI, o resultado abaixo da linha de 50 pontos, em uma escala de 0 a 100, representa "continuidade do quadro de desaquecimento da atividade”.

A sondagem mostra que o indicador do número de empregados na indústria foi 44,4 pontos no último mês. O índice ficou ligeiramente acima dos 44,2 pontos de dezembro e supera os 48 pontos de janeiro de 2014.

O percentual médio de utilização da capacidade instalada caiu para 67% em janeiro, contra 68% em dezembro. Houve queda também na comparação com janeiro de 2014, que registrou 70%.

Os estoques ficaram estáveis, com 50,5 pontos. Em janeiro de 2014, o indicador representava 49,2 pontos. No caso da evolução dos estoques, o resultado de janeiro ficou em 50 pontos, superando o de dezembro, 47,5 pontos.

A CNI detectou pessimismo dos empresários para o próximo semestre, com os indicadores abaixo de 50 pontos. O indicador de expectativa de demanda caiu de 50,9 pontos em dezembro para 48,9 pontos em janeiro. Também houve queda no indicador de número de empregados (de 46,7 para 44,9 pontos), de compra de matérias-primas (de 49,6 para 46,9 pontos) e de quantidade exportada (de 50,2 para 49,5 pontos). A intenção de investimento também recuou, de 52 para 49,4 pontos, na mesma avaliação.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave