McDonald's é acusado de sonegar mais de 1 bilhão de euros

Levantamento levou em conta registros da empresa em países europeus, entre 2009 e 2013

iG Minas Gerais | AFP |

McDonald's é acusado de sonegar mais de 1 bilhão de euros
Associated Press
McDonald's é acusado de sonegar mais de 1 bilhão de euros

O chamado esquema de otimização fiscal implantado pela rede McDonald's na Europa teria permitido ao gigante americano do setor de fast-food sonegar mais de um bilhão de euros em impostos em vários países europeus, entre 2009 e 2013 - alertaram federações sindicais do bloco nesta quarta-feira (25).

"O McDonald's reduziu, deliberadamente, sua exposição fiscal na Europa por um montante total de mais de 1 bilhão de euros", denunciaram em um comunicado conjunto a Federação Sindical Europeia de Serviços Públicos (EPSU), a Federação Europeia de Sindicatos da Alimentação, Agricultura e Turismo (EFFAT) e a União Internacional de Empregados de Serviços (SEIU).

Essas três organizações calculam que a empresa americana tenha desviado pelo menos 3,7 bilhões de euros de seus estabelecimentos na Europa para sua filial em Luxemburgo McD Europe Franchising. Esta unidade pagou apenas 16 milhões de euros em impostos nesse território entre 2009 e 2013.

Se o McDonald's tivesse pago os impostos nos países de origem das respectivas lojas, desembolsaria pelo menos 1,05 bilhão de euros a mais.

"Pedimos à Comissão Europeia, às autoridades das Receitas nacionais, assim como à Comissão Especial do Parlamento Europeu que examinem de perto as práticas fiscais do McDonald's antes de tomarem as medidas adequadas", acrescentaram as três federações sindicais.

Em nota, a McDonald's Europe disse "respeitar as leis em vigor, entre elas o pagamento dos impostos correspondentes em cada país".

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave