Paulo Barros assumirá desfile da Portela no Carnaval de 2016

Carnavalesco substituirá Alexandre Louzada, que levou escola à quinta posição com o enredo "Imagina Rio, 450 Janeiros de uma cidade surreal"

iG Minas Gerais | Folhapress |

Paulo Barros assumirá desfile da Portela no Carnaval de 2016
Reprodução Facebook
Paulo Barros assumirá desfile da Portela no Carnaval de 2016

O carnavalesco Paulo Barros assumirá o desfile da Portela no Carnaval de 2016. Eles estava há um ano no comando da Mocidade Independente de Padre Miguel, que amargou um sétimo lugar com o enredo "Se o mundo fosse acabar, me diz o que você faria se só te restasse um dia?", baseado na música "O último dia", de Paulinho Moska e Billy Brandão.

Ele substituirá o carnavalesco Alexandre Louzada, que levou a Portela à quinta posição com o enredo "Imagina Rio, 450 Janeiros de uma cidade surreal". Ainda não se sabe o destino Louzada.

Barros foi tricampeão do Grupo Especial pela Unidos da Tijuca (2010, 2012 e 2014). Ele é considerado o maior inovador do Carnaval dos últimos tempos.

A Mocidade informou, em tom contrariado, que a decisão de deixar a escola partiu do carnavalesco e que ele a comunicou ao presidente de honra da agremiação, Rogério Andrade, na tarde da última terça (24). "A Mocidade deseja sucesso ao carnavalesco, mas lamenta a postura adotada pelo profissional", diz a nota.

Segundo a escola, Barros disse, em discurso na quadra após a apuração, que se sentia muito bem na escola e que gostaria de retribuir a recepção da diretoria e comunidade com um título. Ainda segundo a escola, Barros teria dito, na ocasião, que ficaria na escola.

"Desde a contratação do profissional até a realização do desfile, a Mocidade Independente de Padre Miguel investiu pesado, apoiou e ofereceu toda as condições possíveis para a realização de um grande trabalho. A agremiação acreditou em todas as ideias do artista, inclusive as que influenciavam diretamente em outros quesitos. Mesmo não vendo a imensa expectativa de ser correspondida a altura em alguns pontos do desfile, pretendíamos apostar na continuidade e na maior adaptação do artista à Mocidade Independente de Padre Miguel", diz o texto.

Outras mudanças

Alex de Souza também não será mais carnavalesco da União da Ilha, escola que ele chefiava desde 2011. Ele está negociando sua ida para a Vila Isabel, no lugar de Max Lopes. A União da Ilha não informou quem será seu substituto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave