Atletas do Time Brasil visitam Belo Horizonte

Patrocinados pela montadora japonesa Nissan, grupo veio à cidade para ter contato com torcida e participar de workshop

iG Minas Gerais | Bruno Trindade e Débora Ferreira |

Esportes - Belo Horizonte, Mg. Evento da Nissan com atletas olimpicos e paralimpicos com a presenca de Hortencia. Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 25.2.15
LEO FONTES / O TEMPO
Esportes - Belo Horizonte, Mg. Evento da Nissan com atletas olimpicos e paralimpicos com a presenca de Hortencia. Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 25.2.15

Belo Horizonte começou a conhecer um pouco mais dos atletas brasileiros que estarão nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. Um pequeno grupo do Time Brasil esteve na capital mineira ontem, em duas concessionárias da Nissan, e recebeu os cumprimentos dos curiosos que passaram pelos locais.

A iniciativa é parte de um projeto desenvolvido pela montadora japonesa, patrocinadora oficial do Rio 2016, que visa ajudar os esportistas a gerir a carreira antes e depois do esporte, além de promover os nomes de alguns atletas que são fortes candidatos a participar de competições internacionais.

"Tem muitos atletas novos aqui que ainda vão disputar muitas olimpíadas, mas tem outros que vão só até 2016 e nossa preocupação é poder contribuir para que pudessem fazer algo depois do esporte”, explica o medalhista paralímpico Clodoaldo Silva, grande nome da natação brasileira e um dos mentores da campanha.

A outra mentora do projeto é a ex-jogadora de basquete Hortência. A ex-atleta fez questão de ressaltar a diferença que esse projeto traz para os atletas, uma vez que foca na estrutura fora das competições, para que os atletas possam dar o seu melhor.

“O projeto não visa dar dinheiro para o atleta ou para que esse atleta sirva de outdoor da marca. Não existe salário ou pagamento. O projeto tem como objetivo promover uma troca de informações, em que os atletas recebem toda a instrução que geralmente não recebem. Nós protegemos os nossos atletas e damos uma segurança a mais pra eles na hora de competir”, afirmou Hortência.

Importância. A visita à cidade mineira deixou os esportistas animados, como o jovem Ygor Coelho, terceiro melhor ranqueado em badminton no Brasil. “Eu achei maravilhoso o convite. Eu nunca tinha estado em BH, estou adorando aqui, soube que As pessoas são receptivas. Sempre tive vontade de vir”, afirmou.

Para Adriana Araújo, primeira mulher a ganhar uma luta de boxe para o Brasil nas Olimpíadas, o fato de apresentar os atletas ao grande público é bastante importante. “Acho que foi bom vir em BH e chamar o povo de Belo Horizonte para conhecer os atletas, porque o Brasil não é só a carinha do futebol”, ressaltou Adriana.