Expectativa do consumidor tem queda de 4% em fevereiro, mostra CNI

Segundo a CNI, entre os fatores que puxaram a queda do Inec, está a piora da percepção dos brasileiros em relação à situação financeira e ao endividamento

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

A pesquisa da CNI indica que os consumidores estão pessimistas em relação ao comportamento dos preços, do emprego e da renda pessoal nos próximos seis meses
Valter Campanato/Agência Brasil
A pesquisa da CNI indica que os consumidores estão pessimistas em relação ao comportamento dos preços, do emprego e da renda pessoal nos próximos seis meses

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) caiu 4% em fevereiro ante a janeiro, informou hoje (25) a Confederação Nacional da Indústria (CNI) . Com a queda do mês, o índice atinge o menor valor desde junho de 2001, quando a série era levantada trimestralmente. A série passou a ser mensal desde março de 2010. O Inec está 8,1% inferior ao registrado em fevereiro de 2014.

Segundo a CNI, entre os fatores que puxaram a queda do Inec, está a piora da percepção dos brasileiros em relação à situação financeira e ao endividamento. O índice de situação financeira caiu 7,6% em relação a janeiro. O indicador de endividamento recuou 3,8% frente ao mês anterior, o que mostra o aumento no número de dívidas.

A pesquisa indica também que os consumidores estão pessimistas em relação ao comportamento dos preços, do emprego e da renda pessoal nos próximos seis meses. O índice de expectativa de inflação caiu 2,1%; o de desemprego recuou 4,9%, e o de renda pessoal diminuiu 5,7% neste mês em relação a janeiro. Quanto menor o índice, mais pessimista é a expectativa.

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios entre 5 e 9 de fevereiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave