Mesmo com novos campos, seleção não conseguirá 'sigilo' na Granja

Durante a preparação do time de Dunga para a Copa América, o local estará aberto para visita de torcedores

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Na Copa do Mundo de 2014, os jogadores faziam treinos abertos e eram acompanhados por vários fãs
Rafael Ribeiro / CBF
Na Copa do Mundo de 2014, os jogadores faziam treinos abertos e eram acompanhados por vários fãs

A seleção brasileira fará sua preparação para a Copa América durante uma semana em junho no centro de treinamento da CBF na Granja Comary, em Teresópolis-RJ, e os torcedores poderão acompanhar os treinamentos, como foi na Copa do Mundo.

Apesar da pequena reforma que ocorrerá no centro de treinamento, com a construção de mais dois campos oficiais (atualmente são dois, e um deles sem as medidas oficiais da Fifa), não haverá instalação de cercas que impeçam a visão de pessoas que estejam no condomínio onde fica o CT da CBF.

Durante a Copa do Mundo de 2014, quando a seleção ficou o tempo todo treinando no local, o técnico Luiz Felipe Scolari não conseguiu realizar "treinos secretos" porque qualquer pessoa com acesso ao condomínio poderia ver o trabalho.

Há diversas casas no local, algumas até alugadas por jornalistas durante o período do Mundial, e havia também como acessar o local por meio de um riacho próximo.

Como o condomínio fica em uma área de preservação ambiental, também é difícil para a CBF realizar obras muito extensas nos limites de seu centro de treinamento.

O time de Dunga deve treinar na Granja Comary de 6 a 13 de junho, quando viajará diretamente a Temuco, cidade a mais de 670 km da capital chilena Santiago, onde fará a estreia na Copa América dia 14 de junho, contra o Peru.

O Brasil ainda enfrenta a Colômbia, dia 17 de junho, e a Venezuela, dia 21, esses dois jogos no estádio Monumental, em Santiago.