MPF apresenta nova denúncia contra Cerveró e Fernando Baiano

Suspeitos por participação em esquema de corrupção da Petrobras,o ex-diretor e o lobista estão presos na sede da PF em Curitiba

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Um nova denúncia contra o ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró e o lobista Fernando Soares, conhecido como "Fernando Baiano" foi apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) do Paraná. Agora, eles são acusados por crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. As informações são do portal G1. Suspeitos por participação em esquema de corrupção da Petrobras, Cerveró e Baiano estão presos na sede da PF em Curitiba.

O MPF deve protocolar a denúncia na 13ª Vara Federal de Curitiba ainda nesta semana. A decisão de aceitar ou não o pedido partirá do juiz federal, responsável pelo processo da Lava Jato, Sérgio Moro. Caso, Moro acate a denúncia, Cerveró e Baiano passam a serem réus em mais um processo.

Ainda de acordo com portal 'G1', o advogado uruguaio Oscar Algorta também foi denunciando pelo Ministério Público Federal, nesta semana. Ele é acusado de ter participação em lavagem de dinheiro, desviado da Petrobras, em processo de compra de uma cobertura de luxo no Rio de Janeiro em nome da offshore uruguaia Jolmey.

Em outro processo, apresentado em dezembro, o MPF fez denúncia contra o ex-diretor e o lobista, acusando-os por crimes de corrupção contra o sistema financeiro nacional e lavagem de capital no período de 2006 e 2012.

Leia tudo sobre: cerverófernando baianolavajatolava jatopolícia federal