Governo grego publica lista de reformas enviada à UE

Além do salário mínimo e das privatizações, o governo grego deseja reestruturar seu sistema fiscal, melhorando a coleta de impostos, concentrando-se nas grandes fortunas

iG Minas Gerais | AFP |

 Alexis Tsipras comemora vitória nas eleições gregas
AFP PHOTO / LOUISA GOULIAMAKI
Alexis Tsipras comemora vitória nas eleições gregas

O governo grego publicou nesta terça-feira  (24) sua lista de reformas enviada a Bruxelas e que prevê revisar o programa de privatizações ainda não colocadas em andamento, mantendo o compromisso de aumentar o salário mínimo sem fornecer um calendário ou precisar porcentagens.

O documento, de quatro capítulos, insiste em várias ocasiões no "consenso comas instituições " (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) na elaboração detalhada de seus projetos.

As instituições em questão são as mesmas que o governo de Alexis Tsipras queria afastar de seu país depois de vencer as eleições com esta promessa de campanha.

Além do salário mínimo e das privatizações, o governo grego deseja reestruturar seu sistema fiscal, melhorando a coleta de impostos, concentrando-se nas grandes fortunas.

Suas propostas também visam a reduzir os gastos não salariais dos ministérios para economizar, e incentivar os assalariados a trabalhar mais tempo, em um país onde a adesão à aposentadoria antecipada é muito frequente, com o consequente peso para os cofres públicos.

O ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, assina esta lista de seis páginas que será discutida ainda nesta terça em uma teleconferência com os 18 sócios da zona do euro, com o objetivo de validar a extensão da ajuda financeira à Grécia até o final de junho.  

Leia tudo sobre: gréciagovernolistaUnião europeiaeconomia