Minas está acima da média nacional

O Estado também tem uma das três menores taxas de negativa familiar do Brasil, em torno de 30%

iG Minas Gerais | Raquel Sodré |

Minas Gerais está entre as regiões com melhor desempenho na captação de órgãos para transplante. “Desde 2006, crescemos cerca de 300%”, revela o diretor do MG Transplantes, Charles Simões.

O Estado também tem uma das três menores taxas de negativa familiar do Brasil, em torno de 30%. “As famílias mineiras costumam ser muito receptivas quando falamos da doação, e temos uma central muito eficiente, que consegue mostrar para as pessoas que o transplante é algo que vai salvar vidas”, relata o médico.

Para Simões, os números nacionais não se apresentaram como uma total surpresa, já que eventos extraordinários – como a Copa do Mundo e as eleições presidenciais – acabam tirando os transplantes do centro das discussões. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave