Oito ex-vereadores são condenados por desvio de dinheiro público

No total, ex-parlamentares terão que devolver mais de R$ 100 mil aos cofres públicos, além de pagamento de multa; cabe recurso

iG Minas Gerais | Da redação |

A Justiça condenou oito ex-vereadores de São José da Lapa, na região metropolitana de Belo Horizonte, por desvio de dinheiro e improbidade administrativa. Os réus são acusados de viajar pelo país usando verba ilegal, sob a justificativa de que faziam viagens a trabalho. Cabe recurso.

O juiz Gustavo Câmara Corte Real, da 1º Vara Cível de Vespasiano, julgou procedente o pedido do Ministério Público, de condenação dos ex-parlamentares. Na ação, o MP alega que os réus, que exerceram mandado entre 2011 e 2004, recebiam as diárias antecipadamente, sem prestar contas sobre os gastos, o que resultou em um processo fraudulento, no qual eles praticavam turismo e lazer usando o dinheiro público.

A pena imposta aos réus foi a devolução do dinheiro gasto aos cofres públicos - quantia estimada em R$ 118.568,36 - e pagamento de multa no triplo desse valor. Além disso, os ex-parlamentares terão seus direitos políticos suspensos por oito anos.

Em sua defesa, os ex-vereadores alegaram que a participação nas viagens era exclusivamente para eventos formais e que as visitas não tinham nenhum caráter turístico. A reportagem de O TEMPO tentou contato com a defesa dos ex-parlamentares, no entanto, ninguém atendeu às ligações.

 

Leia tudo sobre: vereadorescondenadosimprobidade