Príncipe herdeiro japonês quer transmitir história correta da guerra

Naruhito, que completa 55 anos nesta segunda-feira (23), ressaltou a importância de transmitir com exatidão o que foi a Segunda Guerra Mundial aos jovens que não a viveram

iG Minas Gerais | AFP |

Príncipe herdeiro japonês Naruhito completa 55 anos nesta segunda-feira (23)
IMPERIAL HOUSEHOLD AGENCY / AFP
Príncipe herdeiro japonês Naruhito completa 55 anos nesta segunda-feira (23)

O príncipe herdeiro japonês Naruhito, que completa 55 anos nesta segunda-feira (23), ressaltou a importância de transmitir com exatidão o que foi a guerra aos jovens que não a viveram, em um país que ainda tem dificuldades com sua história 70 anos após o fim da Segunda Guerra Mundial.

"Nasci depois da guerra e não a vivi, mas considero importante que encaremos com humildade o passado e, já que hoje ainda é possível, que as gerações que viveram a guerra transmitam corretamente às que não a conheceram a história e as experiências trágicas vividas pelo Japão", disse em uma incomum coletiva de imprensa.

Naruhito lembrou que o Japão se reconstruiu com base em uma Constituição pacifista e aproveitou um ambiente de paz, e desejou que o valor desta paz seja lembrado e que se trabalhe por ela.

O filho mais velho e primeiro sucessor potencial do imperador Haruhito no trono do Crisântemo pronunciou estas palavras quando o primeiro-ministro, Shinzo Abe, se prepara para redigir uma nova declaração para marcar os 70 anos do fim da Segunda Guerra Mundial, da qual o Japão saiu muito abalado.

O imperador, embora seja o chefe de Estado, e os demais membros da família imperial, incluindo Naruhito, não desempenham um papel político, mas seus aniversários e as coletivas de imprensa são ocasiões em que aproveitam para enviar mensagens, sempre de forma alusiva.

Naruhito declarou que está abalado "pelos atos de terrorismo contra civis registrados em todo o mundo e dos quais cidadãos japoneses também foram vítimas".

Ele se referia à decapitação recente de dois japoneses, Haruna Yukawa e Kenji Goto, pelo grupo Estado Islâmico, que os sequestrou no ano passado.

Nascido em 23 de fevereiro de 1960, Naruhito é casado com uma ex-diplomata, a princesa Masako, de 51 anos, e tem uma filha, Aiko, de 13 anos.

Leia tudo sobre: japãoaniversárioimperadorNaruhito