Apartidarismo só mesmo no discurso

iG Minas Gerais |

Embora a Associação Mineira de Municípios (AMM) se defina como apartidária, a legenda de um prefeito faz diferença na hora de assumir um cargo na entidade.

Na atual diretoria executiva da AMM, apenas Antônio Júlio (PMDB), que é o terceiro vice-presidente, e Gilmar Machado (PT), que é segundo tesoureiro, são de partidos que em 2013 – ano da última eleição – eram de oposição ao governo do Estado.

A diretoria da AMM conta com oito cargos. Além do presidente Antônio Andrada (PSDB), o primeiro tesoureiro, Vladimir de Faria Azevedo, e o primeiro secretário, José Sarcido Neto, são tucanos. O PR ocupa a primeira vice-presidência com Elder Cássio de Souza. O PP tem a segunda vice-presidência, com Márcio Reinaldo, e o DEM comanda a segunda secretaria, com Hércules Vandy. No total, a AMM distribui 43 cargos a prefeitos. (GR)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave