Atentado com criança-bomba deixa cinco mortos na Nigéria

Ataque se soma a outros atentados cometidos por crianças suicidas na Nigéria, orquestrados supostamente pelo grupo jihadista Boko Haram

iG Minas Gerais | AFP |

Um atentado suicida cometido por uma menina-bomba que detonou os explosivos presos ao seu corpo em um mercado na cidade de Potiskum, norte da Nigéria, deixou cinco mortos neste domingo (22), informaram testemunhas.  

"Pelo menos cinco pessoas morreram, além da menina, enquanto outras 19 ficaram feridas na explosão e foram levadas para o hospital", disse à AFP Buba Lawanm, uma das testemunhas.

Segundo várias testemunhas, a menina tinha sete anos. 

O ataque se soma a outros atentados cometidos por crianças suicidas na Nigéria, orquestrados supostamente pelo grupo jihadista Boko Haram.

Uma fonte médica confirmou, sob a condição de ter sua identidade preservada, o número de mortos e feridos.

"Recebemos seis corpos, incluindo o da menina camicase. Além disso, 19 pessoas ficaram feridas na explosão e estão recebendo cuidados médicos" no estabelecimento, afirmou, sem dar maiores detalhes.

Em janeiro, o mercado Kasuwar Jagwal, de venda de eletrônicos e conserto de celulares, foi alvo de um ataque praticado por duas adolescentes, que deixou seis mortos e 37 feridos. Um dia antes, 19 pessoas morreram em um atentado cometido por uma menina na principal praça de Maiduguri, no nordeste.

Os dois ataques foram atribuídos ao grupo jihadista Boko Haram, cuja ofensiva iniciada em 2009 já deixou cerca de 13 mil mortos e 1,5 milhão de deslocados. O conflito se estendeu a vários países da bacia do lago Chade.

Leia tudo sobre: Nigériacriança-suicidamortosterrorismo