Naufrágio de balsa em Bangladesh deixa ao menos 38 mortos

Embarcação com mais de cem passageiros a bordo colidiu com um barco pesqueiro no rio Padma; mais de 95% das pequenas embarcações do país estão fora das normas de segurança

iG Minas Gerais | AFP |

Pelo menos 38 pessoas morreram neste domingo (22) em Bangladesh e várias são consideradas desaparecidas após o naufrágio de uma balsa de passageiros, que colidiu com um barco pesqueiro, anunciou a polícia.

"O número de mortos chegou a 38", disse o policial Joynal Abedin no local da tragédia, antes de destacar que prosseguem as operações de busca por desaparecidos. 

De acordo com sobreviventes, a balsa "MV Mostofa" transportava entre 70 e 150 pessoas no momento do acidente, que aconteceu no rio Padma, afirmou o chefe de polícia local, Rakibuz Zaman.

"Quase 50 pessoas alcançaram a margem a nado ou foram socorridas por outras embarcações", disse Zaman.

A balsa, procedente do distrito de Rajbari (centro), seguia para Paturia, a 30 km de distância, quando colidiu com o barco pesqueiro. O número exato de pessoas a bordo é desconhecido, já que a maioria das embarcações em Bangladesh não conta com listas de passageiros. 

Os acidentes de balsa são frequentes em Bangladesh. De acordo com números oficiais, mais de 95% das pequenas embarcações do país estão fora das normas de segurança.

Mais de 230 rios atravessam Bangladesh, um dos países mais pobres do mundo e onde a navegação fluvial é o principal meio de transporte, especialmente no sul e nordeste.

Leia tudo sobre: balsanaufrágiobangladesh