Seis pessoas morreram na Grande BH só neste domingo

Apenas um dos casos a suspeita é que a morte não tenha sido intencional, já que a vítima teria caído dentro de um buraco

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Pelo menos seis mortes já foram registradas na Grande BH só entre a madrugada e manhã deste domingo (22). Deles, cinco ocorrências foram confirmadas como homicídio. No outro caso, a suspeita é que tenha se tratado de um acidente. Nenhum suspeito foi preso.

Em São Joaquim de Bicas, por volta de 0h30, um adolescente de 17 anos foi assassinado no bairro Marques Industrial. O corpo dele foi coberto por balas e a perícia constatou 48 perfurações. Na região, ninguém soube falar sobre a possível motivação do crime.

Já no bairro Bandeirinhas, em Betim, um homem de 50 anos foi baleado na porta da casa da irmã. Uma testemunha contou que ouviu os disparos e, em seguida, dois homens saindo correndo do local do crime. Eles teriam perguntado se a vítima era "Toninho" e, após a confirmação, ele foi executado.

Em Sarzedo, no bairro Imaculada Conceição, um homem de 35 anos foi assassinado com sete tiros. Ele chegou a ser socorrido para a policlínica, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade. Dois suspeitos foram vistos fugindo a pé após o crime. 

Novamente em Betim, por volta de 9h, outro homem foi encontrado morto, desta vez, no bairro Itacolomi. Ele não foi identificado, mas a polícia acredita que tenha cerca de 20 anos. A perícia constatou 10 perfurações no corpo, sendo seis na cabeça, duas na região cervical e duas na mão direita.

Na rua principal da Vila Barragem Santa Lúcia, um homem morreu vítima de uma facada. Neste caso, a ocorrência ainda não foi finalizada, e informações como identidade da vítima, suspeita e motivação do crime, permanecem desconhecidas pela polícia.

Em Sabará, no bairro Vila Rica, um homem de 35 anos foi encontrado morto dentro de um bueiro a céu aberto na rua Alagoas. A suspeita é que ele tenha caído no buraco. Policiais ainda estão no local tentando desvendar o motivo da morte.