Nadadores se inspiram em atletas como Nadal e Beckham

iG Minas Gerais |

Já acostumados ao assédio das mulheres, a dupla de nadadores minastenistas não condena atletas do Brasil e do mundo que se aproveitam da forte imagem publicitária com o público feminino e da beleza para atraírem mais mídia. Pelo contrário, até indicam nomes que são exemplos bem-sucedidos.

“O Nadal consegue fazer bem essas duas coisas, e eu acho muito legal. Meu objetivo é um dia ter uma visibilidade melhor e conseguir conciliar nesse nível, seria muito bacana. Atletas como ele fazem trabalhos em alto nível nas duas áreas, mas não deve ser fácil”, diz Felipe sobre o tenista espanhol, ex-número 1 do mundo.

“Acho que o David Beckham (ex-meia da seleção da Inglaterra) pode ser um exemplo bacana. Ele é bem-sucedido no esporte dele e é um cara que você vê que se cuida e não aparenta a idade que tem”, elogia Kaio.

Para seguir os rastros dos dois ídolos, estrelas de várias campanhas voltadas para o público feminino, é necessário um pouco de vaidade e um certo controle sobre a dieta, que influencia também o rendimento da natação.

“Tem que ser vaidoso, porque como estamos sempre com o corpo exposto, em competição e na mídia, tem que se cuidar um pouquinho. Não dá para abrir mão de hidratante, tem que ser o básico. O Felipe deve cuidar mais que eu, com certeza”, brinca Kaio. “Peso a mais faz muita diferença, na natação, centésimos fazem diferença”, completa.

Na busca por um equilíbrio entre uma alimentação saudável e prazerosa, Felipe segue orientações médicas para se cuidar, mas garante que não se priva totalmente do que gosta para manter a forma.

“Como sou velocista, o meu volume de treino é mais baixo, mas o trabalho de musculação é um pouquinho maior. E a dieta, eu faço acompanhamento com a nutricionista. A gente procura achar o meio-termo entre uma dieta ideal e também ter o prazer de comer. Eu não deixo de comer o que eu gosto”, conta. (DF)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave