PPP para explorar o Expominas não teve interessados

iG Minas Gerais |

Especialistas do setor hoteleiro culpam a falta de projetos e investimentos do setor público pela crise atual. Sem incentivos, os governos deixam de impulsionar os atrativos turísticos e a realização de eventos de negócios. Um exemplo disso foi a falta de interesse na proposta do governo de Minas de Parceria-Público Privada (PPP) para operação e manutenção do Expominas, segundo informou a presidente da ABIH-MG, Patrícia Coutinho.

O edital de licitação foi publicado em setembro do ano passado e previa a operação e a manutenção, precedidas de obras de implantação, do Expominas II. O governo de Minas informou que estuda readequações no modelo da concessão. “Ainda não há data para finalizar os estudos, nem realização de um novo certame”. Para o consultor Maarten Van Sluys, além da crise econômica do país, o Estado está carente de construção de equipamentos que fomentem os negócios e promovam demanda. Para ele, é fundamental a modernização de espaços, como o Minascentro, e a construção do Centro de Convenções na avenida Cristiano Machado.

“Também é preciso que o Aeroporto Internacional Tancredo Neves seja finalizado, porque apresenta sérios problemas, em especial em dias de chuva, e que voos como para Rio e São Paulo sejam transferidos para o terminal da Pampulha, para que tenhamos os aeroportos funcionando simultaneamente”, afirmou. (AD)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave