Aplicativos ajudam a controlar tráfego de internet no celular

Apps gratuitos como o Onavo mostram como usuário gasta a franquia

iG Minas Gerais |


Sistemas dos próprios celulares já mostram o consumo de dados
FOTO: MOISES SILVA
Sistemas dos próprios celulares já mostram o consumo de dados

SÃO PAULO. A TIM anunciou nesta semana que vai expandir para os planos pós-pagos o bloqueio da internet de clientes que ultrapassam o limite de suas franquias de dados, em vez de reduzir a velocidade oferecida a eles. Vivo, Claro e Oi anunciaram medidas semelhantes no fim do ano passado. As operadoras avaliam que o modelo de redução de velocidade após o consumo dos pacotes pode criar uma percepção negativa dos serviços. Com o corte, o cliente precisa desembolsar mais dinheiro para restabelecer a conexão, contratando um pacote com limite superior ao de sua franquia ou um pacote adicional para usar até o fim do ciclo de faturamento.

Para ajudar a não estourar o limite, existem aplicativos que ajudam a fazer o controle do uso do tráfego a que o usuário tem direito. O cálculo das operadoras, porém, pode ser diferente.

No Android. Smartphones e tablets com Android já possuem um medidor de uso de dados, facilmente encontrado nas configurações do aparelho (Configurar >Uso de dados). Ele aponta quanto cada aplicativo gasta, tanto em primeiro plano quanto em segundo (quando está fora de uso). Permite administrar limites e envia notificações quando sua franquia está perto de acabar.

iPhones e iPads. Dispositivos da Apple com iOS 7 ou superior também têm uma ferramenta similar, mas insuficiente (Ajustes >Celular). Nesse caso, aplicativos de terceiros complementam a informação. O Onavo Count, por exemplo, para Android e iOS, é gratuito. A ferramenta fornece um panorama detalhado de como o usuário gasta sua franquia de dados e os gastos por cada categoria de app.

É preciso especificar qual o tipo do seu plano, quantos Megabytes foram gastos e quando seu plano é renovado. A start-up israelita responsável por sua criação foi adquirida pelo Facebook em 2013 por mais de US$ 150 milhões.

Windows Phone. Já para quem tem aparelhos com a versão 8.1 ou superior do Windows Phone, o aplicativo Sensor de Dados, nativo desses equipamentos, é ótimo para a ocasião e conta até com alguns recursos avançados do Onavo. Livra o usuário de baixar outro programa para realizar a mesma tarefa.

Flash

Direito. As operadoras devem avisar os clientes sobre as alterações nos planos com, no mínimo, 30 dias de antecedência, segundo o Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações. O corte da conexão ao fim da franquia já acontece em outros países.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave