Em êxtase

Nos museus de Amsterdã, exposições celebram da arte clássica à contemporânea

iG Minas Gerais | Paulo Campos |

Anne Frank. Turistas tiram fotos frente à casa
visit holland/divulgação
Anne Frank. Turistas tiram fotos frente à casa

Canais, bicicletas, tulipas e moinhos fazem a fama da Holanda. E não são sem motivo: estão em toda a parte. O chamado Países Baixos, que construiu diques para impedir o avanço do mar, é realmente diferente de muitos outros. Inúmeros turistas embarcam diariamente no aeroporto de Schipol para apanhar o trem no subsolo em direção ao centro de sua capital Amsterdã, conhecida pela sua tolerância à prostituição e às drogas. É comum verem os visitantes, principalmente os mais jovens, frequentando coofee shops e experimentando ervas, obviamente nos limites das leis locais.

Além da liberalidade, a capital holandesa tem um número que surpreende aos desavisados: tem a maior densidade de museus do mundo em um só espaço. São cerca de 60, alguns deles extremamente famosos como a Casa de Anne Frank e o Van Gogh Museum. Como Amsterdã é uma cidade compacta e com curioso traçado em semicírculo, torna-se possível visitar um ou dois museus por dia. Neste ano, especialmente, as novidades estão pipocando em seus mais conhecidos museus.

Mas antes de iniciar essa viagem pela arte é necessário um aviso: deve-se reservar os bilhetes de entrada com antecedência para não correr o risco de enfrentar filas intermináveis – no caso da Casa de Anne Frank, as entradas precisam de reservas com cerca de dois meses de antecedência – ou risco de perder a visita. Os visitantes que pretendem permanecer apenas em Amsterdã, a dica é comprar o I am Amsterdam Card logo na chegada, no posto de atendimento ao turista, em frente à Estação Central, que pode ser válido por 24 horas (40), 48 horas (50) ou 72 horas (60). O cartão, além de oferecer entrada para mais de 34 atrações, pode ser utilizado em tour canal e no transporte em bonde, ônibus ou metrô.

Também dá direito a 25% de desconto em aluguéis de bicicletas, restaurantes e passeios, como o Heineken Experience. Na lista de museus, só não inclue a Casa de Anne Frank e o Riijksmuseum.

Anne Frank

A cada seis meses, uma nova exibição temporária é inaugurada na casa da mundialmente conhecida menina Anne. Até abril de 2015, “The Helpers of the Secret Annexe” está aberta à visitação, uma exposição que ressalta a importância daqueles que ajudaram a família Frank a se esconder durante a Segunda Guerra. Em 2015, também será celebrado o 70º aniversário da morte de Anne Frank e algumas homenagens serão feitas ao longo do ano.

Nessa casa, no centro de Amsterdã, está o esconderijo de Anne Frank. Por mais de dois anos, a garota de apenas 13 anos descreveu no diário os eventos de seu dia a dia no esconderijo. A visita à Casa de Anne Frank é uma experiência comovente. As filas quilométricas denunciam a importância do local.

A história de Anne Frank se popularizou depois de virar livro e filme pelas mãos de George Stevens, em 1959. A visita à casa – pequena por fora e grande por dentro – é um percurso pelo sofrimento e pela claustrofobia.

No prédio, percorrem-se os escritórios, o depósito, a passagem secreta, espécie de esconderijo por trás de uma estante giratória, quartos, casa de banho e outros aposentos. Há, ainda, documentos e muitas fotos de época, vídeos com depoimentos de Otto Frank, áudios que narram toda a história vivida na casa e algumas folhas soltas do diário original escrito por Anne.

Baixe o aplicativo VisitHolland em seu celular, disponível para Android e iOS

Saiba Mais

Museu Van Gogh. Preço cheio: € 17,50. Com I amsterdam Card: grátis Casa de Rembrandt. Preço cheio: € 10. Com I amsterdam Card: grátis Hermitage Amsterdam.Preço cheio: € 15. Com I amsterdam Card: grátis Casa da Anne Frank. Preço cheio: € 9. Não incluso no I amsterdam Card Rijksmuseum. Preço cheio: € 14. Não incluso no I amsterdam Card Heineken Experience. Preço cheio: € 17. Com I amsterdam Card: € 12,75 Passeio de barco. Preço cheio: € 14. Com I amsterdam Card: grátis Pode ser adquirido no posto de informações turísticas, em frente à Estação Central, ou solicitado no seu pacote de viagem

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave