Merkel e Hollande querem aplicação acordos de paz na Ucrânia

Os acordos de Minsk, assinados na capital da Bielorússia e que entraram em vigor no dia 15, preveem cessar-fogo no conflito entre o Exército ucraniano e os separatistas pró-russos, entre outros pontos

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Chanceler alemã Angela Merkel  21/ 6 /2013
AP Photo/Dmitry Lovetsky
Chanceler alemã Angela Merkel 21/ 6 /2013

O presidente francês, François Hollande, e a chanceler alemã, Angela Merkel, afirmaram hoje (20), em Paris, que querem a aplicação integral dos acordos de Minsk, assinados em 12 de fevereiro, para acabar com o conflito na Ucrânia.

“Estamos convencidos que os acordos de Minsk devem ser aplicados”, declarou Hollande, em coletiva de imprensa conjunta com Merkel.

“O cessar-fogo foi violado diversas vezes. Agora, deve ser integralmente respeitado no conjunto da linha da frente”, acrescentou.

“O objetivo é aplicar agora os compromissos de Minsk e traduzi-los na prática. É preciso fazer o necessário para que o banho de sangue não prossiga”, disse a chanceler alemã.

Chefes da diplomacia francesa, alemã, ucraniana e russa devem se reunir na terça-feira (24) em Paris, a pedido dos respectivos chefes de Estado e de Governo, anunciou o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius.

Os acordos de Minsk, assinados na capital da Bielorússia e que entraram em vigor no dia 15, preveem cessar-fogo no conflito entre o Exército ucraniano e os separatistas pró-russos, a retirada das armas pesadas e a libertação dos prisioneiros pelos dois lados. O cessar-fogo, porém, já foi violado diversas vezes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave