Fiat inicia produção do Jeep Renegade em Pernambuco

Com três versões, modelo ainda não teve preço revelado

iG Minas Gerais |

Exclusivo. 
Por enquanto, o Jeep Renegade será o único veículo produzido na nova fábrica da Fiat
Fiat/Divulgação
Exclusivo. Por enquanto, o Jeep Renegade será o único veículo produzido na nova fábrica da Fiat

São Paulo. A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) começou a produzir em série nesta quinta, na fábrica de Goiana, em Pernambuco, o SUV compacto Jeep Renegade. A montadora, no entanto, não divulgou o volume de produção inicial. Antes de começar a fabricação comercial, a empresa já tinha produzido, desde outubro do ano passado, 250 unidades de teste do modelo.

O Renegade será o único veículo fabricado na planta de Goiana, que será dedicada a carros da Chysler, montadora norte-americana cuja compra foi concluída pela Fiat no ano passado. Por enquanto, não há previsão de começar a produzir outros modelos, segundo a montadora. Em nota à imprensa, o vice-presidente mundial da manufatura da FCA/Projeto Pernambuco, Stefan Ketter, avaliou que o início da produção em série do Renegade é “um passo fundamental” para multiplicar as vendas da Jeep no Brasil, “contribuindo para torná-la uma força global”.

Apesar de já ter começado a produzir o Renagade em série, a fábrica de Goiana ainda não está totalmente concluída. De acordo com a Fiat, a obra civil e a instalação de equipamentos na unidade superam 95% de conclusão. A inauguração oficial está prevista para abril deste ano.

A fábrica tem área construída de 260 mil m². “É flexível para a produção de diversos modelos simultaneamente e terá capacidade para entregar ao mercado 250 mil veículos por ano, que atenderão ao mercado da América Latina”, diz a companhia.

A região concentra um parque de fornecedores formado por 16 empresas. De acordo com a Jeep, os produtos responderão por 40% da demanda de partes e componentes nacionais da planta.

Atualmente, o polo emprega cerca de 3.000 pessoas, somados os funcionários da fábrica e dos fornecedores. Desse total, 80% são pernambucanos, diz o comunicado. Durante o pico de operação, deverão ser gerados cerca de 10 mil empregos diretos e indiretos.

Três versões. O modelo global do Renegade, que no Brasil vai concorrer no segmento do Ford EcoSport, terá três versões de acabamento – Sport, Longitude e Trailhawk. São duas opções de motor e três tipos de câmbio. Os motores serão o 1.8 E.Torq Evo flex ou o inédito diesel turbo 2.0 MultiJet II. A transmissão pode ser manual de cinco marchas ou automática de seis ou de nove marchas. Não há preço oficial, mas especula-se que custará entre R$ 65 mil (básico) e R$ 115 mil (topo de linha).

Ritmo de vendas ainda está fraco São Paulo. As vendas de veículos em fevereiro somaram 108 mil unidades até nesta quarta, o que significa queda de 24,7% na comparação com o mesmo período do ano passado – que não coincidiu com o Carnaval. Os números foram apurados com fontes do setor automotivo. Em relatório de análise enviado a clientes, a Tendências Consultoria Integrada destaca que, se a média diária de emplacamentos se mantiver, fevereiro terá o ritmo de vendas mais fraco desde o início de 2009.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave