Substitutos vegetais para o leite

Para quem é alérgico ou tem restrições veganas, o produto da vaca dá lugar ao feito com sementes e cereais

iG Minas Gerais | Letícia Silva |

MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
undefined

O brasileiro consome em média, segundo levantamento do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), 172,6 litros de leite por ano. Apesar de esse número parecer alto, a Organização Mundial da Saúde (OMC) recomenda o consumo de 200 litros ano/habitante.

Na contramão desse consumo, estima-se que cerca de 80% dos brasileiros tenham algum nível de intolerância à lactose. Mesmo não tendo a restrição diagnosticada, é claro para uma grande parte da população que a restrição ao consumo de derivados do leite de vaca favorece a diminuição de cólicas e problemas estomacais e intestinais. “É interessante substituir o leite de vaca pelo leite vegetal, porque este não tem colesterol e gordura saturada. O balanço nutricional deste é mais interessante para a prevenção de doenças”, defende Eric Slywitch, nutrólogo e autor do livro “Emagreça sem Dúvida” (Editora Alaúde). Segundo ele, é interessante diminuir a quantidade de leite de vaca consumida.

Foi isso que fez o advogado Lucas Anjos, 28. Há mais de dois anos ele decidiu trocar o leite de vaca pelo de aveia, e não se arrependeu. Hoje em dia, Lucas só ingere o alimento em preparações, como bolos e queijos. “Eliminei porque sempre achei um pouco pesado, não me sentia muito bem quando tomava (e tomava diariamente, no café da manhã), e vi que vários perfis ‘fitness’ online começaram a eliminar o leite das respectivas dietas. Foi sem recomendação médica”, afirma.

Ele explica que, além de ser muito prático, o leite de aveia é barato e fácil de fazer. “Atualmente tomo o leite de aveia quase diariamente, por volta de um copo de 200 ml, no café da manhã. Misturo com frutas, granola e mel. Aveia em flocos é bem barato e se acha em qualquer lugar”, conta.

Comparado ao leite de vaca, ele avalia que é ainda mais gostoso. “Eu acho até mais agradável, para ser sincero. Leite hoje em dia é meio pesado, na minha opinião, inclusive pelo gosto. Se eu estou empolgado, fervo um pouco do leite de aveia com um pauzinho de canela. Fica com gosto ainda melhor”, ensina.

A professora de kundalini yoga Luciana Furbino, 40, também fez a troca e não se arrepende. Ela afirma que usava pouco leite de vaca e mudou para o de amêndoa durante uma dieta vegana sugerida pela sua médica Ayurveda. “Ela me recomendou para equilíbrio dos doshas, que é uma espécie de perfil biológico da pessoa. Passei alguns meses nessa dieta vegana/macrobiótica e depois disso meu organismo naturalmente desacostumou-se com os laticínios”, conta a professora, que, mesmo usando apenas leites vegetais, ainda não consome a bebida em grandes quantidades. “Uso um pouco no meu chá preto, pois não tomo café. E uso pra fazer vitaminas e o que chamamos de leite dourado, que é uma bebida de leite com cúrcuma e um pouquinho de óleo de amêndoas, excelente para a saúde”.

Ao contrário do advogado, Luciana compra o leite de amêndoas que utiliza. “Sinto meu corpo mais leve, meu nariz não tem mais os congestionamentos que eu tinha ocasionalmente quando usava laticínios, e a digestão também está melhor”, conclui a professora.

A nutricionista e chef de cozinha Pâmela Sarkis alerta, no entanto, que o leite de vaca possui alguns nutrientes que faltam nos vegetais. “O leite vegetal não tem quantidade significativa de proteínas e nem de cálcio. Eu só recomendo a substituição total para quem tem alergia à caseína e intolerância ao leite de vaca”, explica. Para suprir essa carência, o nutrólogo Slywitch recomenda o leite de gergelim como importante fonte de cálcio.

Pâmela é sócia da Saluteria, loja localizada no bairro Lourdes, em Belo Horizonte, e especializada em produtos orgânicos e funcionais. Na loja, a nutricionista diz que o leite de arroz com amêndoas é o que tem melhor aceitação. Especialista em criar novas receitas usando leites vegetais, Pâmela orienta que quem está começando a consumir deve dar preferência aos leites líquidos e em pó misturados, para dar mais textura. “Até a pessoa se adaptar, recomendo 200 ml de leite líquido misturado com 1 colher de sopa do mesmo leite em pó, pois o líquido é muito aguado”.

Sobre o hábito de fazer a bebida em casa, Slywitch afirma que não há problema algum, é até mais saudável. “Tem a diferença de não ter corantes e conservantes. A única vantagem dos industrializados é quando eles são fortificados com mais cálcio”.

Leite de amêndoas

Ingredientes: 1 xícara (chá) de amêndoas cruas in natura 7 xícaras (chá) de água filtrada 1 colher (sopa) de essência de baunilha

Modo de preparo. Coloque as amêndoas de molho em três xícaras de água. Deixe descansar por 12 horas. Descarte a água e bata as amêndoas com o restante da água. Use um pano de algodão sobre uma peneira para coar. Adicione a essência e leve à geladeira.

Dica. O “sumo” das amêndoas pode ser aproveitado para outras receitas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave