Ciclo vitorioso perto do fim

Volante pretende atuar nos bastidores da bola e deve mesmo pendurar as chuteiras

iG Minas Gerais | Guilherme Guimarães / Josias Pereira |

Aposentadoria. Aos 37 anos, Tinga antecipou que vai deixar o Cruzeiro em breve
AJL
Aposentadoria. Aos 37 anos, Tinga antecipou que vai deixar o Cruzeiro em breve

Um jogador diferenciado, daqueles que usa a cabeça não só para pensar o jogo de futebol dentro do campo, que com suas ideias e pensamentos também busca o melhor para o clube e os companheiros fora das quatro linhas. Com toda sua bagagem e experiência, o volante Tinga, uma das referências e lideranças do Cruzeiro, está perto de se despedir do clube. Depois de quase três anos, o meio-campista bicampeão brasileiro pela Raposa, em 2013 e 2014, resolveu não renovar o seu vínculo com a equipe azul. “Estou apenas esperando o término do meu contrato com o Cruzeiro para dar sequência na minha vida. Faltam ainda dois meses, prefiro não comentar nada neste momento, mas já fica aqui minha gratidão a tudo que a torcida do Cruzeiro fez por mim. Foram momentos muito bons, vitoriosos”, disse o volante em entrevista exclusiva a reportagem de O TEMPO. A diretoria cruzeirense e Tinga já chegaram a um acordo. O contrato do volante se encerra no fim de abril e o atleta já se dedica a novos planos. Tinga estuda à distância e cumpre cronograma de um curso da Universidade do Futebol, de São Paulo, sobre gestão administrativa do esporte. No mês passado, ainda na pré-temporada, Tinga já dava indícios de que iria pendurar as chuteiras. O jogador sequer matriculou os filhos em escolas de Belo Horizonte e até chegou a comentar com um vendedor de carros de luxo que gostaria de adquirir um Mercedes-Benz na capital mineira, e despachar a máquina para o Rio Grande do Sul. “Assim que definir minha situação, e a diretoria do Cruzeiro achar apropriado, vamos comunicar oficialmente (a saída). Já estou planejando algumas situações para o meu futuro, estou fazendo alguns cursos, tenho outras situações em mente, vamos ver o que vai acontecer”, comentou. Exemplo para outros atletas, Tinga serviu de “paizão” para a carreira vitoriosa de Lucas Silva, atualmente no Real Madrid, e os demais jovens do elenco azul.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave