Necessidade de cozinhar

Cantora revela que rotina a levou para a cozinha e que a farofa de andu traz lembranças

iG Minas Gerais |

Dani afirma que cozinhar se tornou uma necessidade
Sidney Campelo/divulgação
Dani afirma que cozinhar se tornou uma necessidade

A cantora Dani Morais, que já participou dos reality shows “Ídolos”, da Rede Record, e “The Voice”, da Rede Globo, é daquelas que sente na pele a rotina pesada de uma artista. A mineira, que se apresentará na capital neste fim de semana, no evento Ressaca de Carnaval, teve que ir para a cozinha assim que pôs os pés na estrada musical. “Comecei a cozinhar pela necessidade mesmo, por causa da rotina corrida de shows, ensaios e outros compromissos profissionais”, comenta, afirmando que, vez ou outra, precisa por as habilidades culinárias em prática.

E mesmo com a atividade tendo se tornado uma obrigação, Dani afirma que manda bem com as panelas. “Gosto de me arriscar. Não digo que sou uma chef de cozinha, mas não faço feio”, comenta. Mas, por mais que tenha que tomar conta sozinha de suas refeições, Dani conta sempre com o apoio de sua mãe. Ela afirma que o prato ensinado aqui foi aprendido com sua progenitora. “Mainha me ensinou, de tanto que eu pedia pra ela fazer”, diz. O tempero que envolve o prato, inclusive, é sigilo de sua mãe. “Minha mãe faz e me manda. Ele pra mim é o diferencial. É segredo dela e isso ela não passou nem mesmo para mim”, comenta, aos risos. Família e cozinha Como a agenda de Dani nem sempre permite que esteja em sua terra natal, Pedra Azul, cidade do Vale do Jequitinhonha, a cantora afirma que prepara a iguaria sempre quando quer matar a saudade de lá. “É um prato delicioso, que traz boas lembranças da minha cidade e do convívio com minha família”, diz.

Serviço Dani se apresentará no Granfinos (avenida Brasil, 326, Santa Efigênia), neste sábado, dia 21, a partir das 23h. O valor do ingresso é R$ 30. Detalhes: (31) 3504-2629.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave