Com Lucas Silva, Real bate Schalke e encaminha classificação

Cristiano Ronaldo abriu o marcador, enquanto Marcelo ampliou para a equipe merengue na Alemanha

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Real Madrid's Brazilian defender Marcelo (R) celebrates scoring with Real Madrid's Brazilian midfielder Lucas Silva (C) and Real Madrid's Portuguese forward Cristiano Ronaldo during the last sixteen, first-leg UEFA Champions League football match FC Schalke 04 vs Real Madrid in Gelsenkirchen, western Germany on February 18, 2015. AFP PHOTO / PATRIK STOLLARZ ta19011
AFP
Real Madrid's Brazilian defender Marcelo (R) celebrates scoring with Real Madrid's Brazilian midfielder Lucas Silva (C) and Real Madrid's Portuguese forward Cristiano Ronaldo during the last sixteen, first-leg UEFA Champions League football match FC Schalke 04 vs Real Madrid in Gelsenkirchen, western Germany on February 18, 2015. AFP PHOTO / PATRIK STOLLARZ ta19011

Sem marcar há exatamente um mês, o atacante Cristiano Ronaldo desencantou nesta quarta-feira (18) ao anotar um gol e dar outra assistência para o brasileiro Marcelo na vitória do Real Madrid por 2 a 0 sobre o Schalke, fora de casa, pelo jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. O camisa 7, eleito o melhor jogador do mundo em eleição da Fifa no começo do ano, não marcava desde o dia 18 de janeiro, em um jejum que já completava cinco partidas pelo Real. Com o feito na partida em Gelsenkirchen, o português alcançou o seu sexto gol na competição. Já no segundo tento do time espanhol, ele serviu de garçom após fazer bela jogada individual pelo lado esquerdo e tocar para o lateral esquerdo Marcelo, que acertou um belo chute no ângulo para decretar a vitória madrilenha. Com o resultado, a equipe espanhola pode perder por até um gol de diferença no jogo de volta que estará classificado para a próxima fase do principal torneio europeu. O segundo encontro entre as equipes será no próximo dia 10 de março, no estádio Santiago Bernabéu. O Real também contou com o debute do brasileiro Lucas Silva, ex-Cruzeiro, como titular da equipe espanhola. Contratado em janeiro, o volante havia entrado somente no segundo tempo na vitória sobre o La Coruña, no último sábado (14). No jogo, no entanto, Lucas Silva foi discreto e se preocupou mais em fazer a marcação ao lado de Toni Kroos e Isco no meio de campo dos madrilenhos. No ataque, se aventurou pouco e finalizou somente aos 18min, quando seu chute de fora da área saiu pela linha de fundo, sem muito perigo. Mesmo assim, o time espanhol teve total controle da partida desde os primeiros minutos. Com mais posse de bola e maior presença ofensiva, a equipe de Madri criou as melhores chances no primeiro tempo e, se não fosse a boa atuação do jovem goleiro Wellenreuther, 19 anos, o Real poderia ter construído um placar maior. Já o Schalke, preocupado em não levar novos 6 a 1 do adversário como ocorreu na temporada passada da Champions, veio a campo com uma proposta bastante defensiva. O técnico Roberto Di Matteo, campeão europeu com o Chelsea em 2012, escalou a equipe alemã com três zagueiros, mas que em campo se tornava um 5-3-2, já que os alas Uchida e Aogo recuavam até a última linha da defesa e formavam uma verdadeira muralha para tentar conter o poderoso ataque espanhol. A proposta dos donos da casa, porém, durou somente até os 25min, quando Carvajal cruzou da direita para Cristiano Ronaldo, que se antecipou ao goleiro Wellenreuther e, de cabeça, fez 1 a 0. Como tinha cinco jogadores na sua linha de defesa, o Schalke deixava somente três homens no meio de campo. E isso fazia o Real ter total controle desta faixa central do gramado, tocando a bola sem ser pressionado. Foi assim também o jogo no segundo tempo. No entanto, a posse de bola dos visitantes foi inócua na etapa final. O time espanhol tocava muito a bola à frente da defesa do Schalke, girava de um lado para o outro, mas não conseguiu mais fazer as jogadas de infiltrações. De quebra, quase levou o empate em uma jogada isolada dos alemães no campo de ataque. Aos 28min, Platte recebeu passe de Uchida e, da entrada da área, chutou forte e acertou o travessão do Real. No rebote, o mesmo Uchida chutou fraco e facilitou a defesa do goleiro Casillas. O susto fez a equipe espanhola acordar e, em boa assistência de Cristiano Ronaldo, chegou ao segundo gol. Aos 34min, o camisa 7 fez bela jogada individual pelo lado esquerdo e tocou para Marcelo, da entrada da área, chutar forte e acertar o ângulo do goleiro Wellenreuther.

Leia tudo sobre: Real MadridLucas SilvaSchalke 04Liga dos Campeões