Petróleo fecha em queda em Nova York, a US$ 52,14

Valor do barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em março perdeu US$ 1,39, a US$ 52,14, interrompendo assim uma série de três sessões consecutivas em alta

iG Minas Gerais | AFP |

 

O petróleo cotado em Nova York caiu nesta quarta-feira (18), em um mercado que se prepara para uma nova alta das reservas dessa commodity nos Estados Unidos.

O valor do barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em março perdeu US$ 1,39, a US$ 52,14, interrompendo assim uma série de três sessões consecutivas em alta.

Em Londres, o barril de Brent do mar do Norte para entrega em abril, terminou a US$ 60,53 no Intercontinental Exchange (ICE), uma baixa de US$ 2 em relação à terça-feira.

"Os fundamentos continuam pressionando o mercado para baixa, embora se tenha dado um bom salto recentemente, depois de haver caído para US$ 44, US$ 45 o barril, no mês passado em Nova York", afirmou Kyle Cooper de IAF Advisors.

"Espera-se uma nova alta das reservas de petróleo nos Estados Unidos, no relatório que será publicado amanhã pela Agência de Informação sobre Energia (EIA, na sigla em inglês), e não acho que a produção mundial vá se desacelerar nos dois próximos meses", acrescentou.

Os especialistas consultados pela agência Bloomberg esperam um novo aumento, de três milhões de barris, e uma queda das reservas de gasolina e de produtos destilados, de 500 mil e dois milhões de barris, respectivamente.

Em relação às reservas de petróleo, os números do terminal de Cushing (Oklahoma, centro-sul) serão particularmente estudados, já que servem de referência para o WTI.

"Atualmente, há muito petróleo em Cushing para as refinarias americanas", comentou James Williams, de WTRG.

 

Leia tudo sobre: petróleomudançabaixa