Gêmeos são enterrados e população marca passeata em protesto

O crime que chocou Uberaba e teve como vítimas uma mulher de 22 anos e seus dois bebês está prestes a ser solucionado; suposto pai já está preso após se apresentar na polícia

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Os bebês gêmeos Ana Flavia e Lucas foram enterrados na manhã desta quarta-feira (18) no Cemitério São João Batista, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, após terem seus corpos encontrados nessa terça-feira (17) no interior de São Paulo. O principal suspeito pelo crime é o suposto pai das crianças, Matuzalém Ferreira Júnior, de 49 anos, que está preso. O executor, que seria um amigo dele, conhecido como Pedrão, está foragido.

Na cidade, o clima é de indignação. Pelo Facebook, familiares e amigos da família da mãe das crianças, Izabella Marquez Gianvechio, de 22 anos, que também teria sido assassinada por Matuzalém e Pedrão, criaram uma página que já conta com mais de 4.200 curtidas, e marcaram uma passeata para demonstrar a revolta com o crime, às 18h30 desta quarta, na praça Rui Barbosa, em Uberaba.

Matuzalém se apresentou nessa terça à polícia e contou que Pedrão atirou na mulher e, em seguida, pode ter atirado nas crianças, já que ele escutou o barulho de dois disparos. O advogado dele, Odilon Santos, decidiu deixar o caso após o encontro dos corpos dos bebês.