Grécia apresentará na quinta pedido de extensão de 'financiamento'

O bloco intimou a Grécia a pedir até sexta-feira a extensão do programa de ajuda, o que Berlim considera indissociável da implementação de reformas no âmbito do plano atual

iG Minas Gerais | AFP |

Tsipras diz que, apesar do fracasso nas negociações com a Europa, compromisso com o povo grego está mantido
AFP
Tsipras diz que, apesar do fracasso nas negociações com a Europa, compromisso com o povo grego está mantido

O governo grego apresentará na quinta-feira o pedido de prorrogação do "financiamento" europeu, que continua a distinguir do "memorando", o programa de ajuda à Grécia em curso desde 2010 e associado a medidas de austeridade rigorosas, indicou nesta quarta-feira à AFP uma fonte de Atenas.

A fonte não especificou qual a forma do pedido de Atenas à zona do euro.

O bloco intimou a Grécia a pedir até sexta-feira a extensão do programa de ajuda, o que Berlim considera indissociável da implementação de reformas no âmbito do plano atual.

Mas a Grécia continua a diferenciar a extensão do acordo de empréstimos europeus, que normalmente termina no final da próxima semana, das medidas de austeridade que o acompanham, que o governo Tsipras questiona.

"Não há absolutamente nenhuma perspectiva para que solicitemos, em qualquer caso, uma extensão do memorando", reiterou nesta quarta-feira o ministro de Estado Nikos Pappas, um dos braços direitos do primeiro-ministro Alexis Tsipras.

A Alemanha se recusa a considerar o abandono das medidas de reforma previstas no plano de ajuda para a Grécia em andamento e o ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schaeuble, determinou que o governo de Alexis Tsipras não forneceu "qualquer resposta inicial" sobre como espera tirar a Grécia de seus problemas.

Pappas considerou que a posição de Schäuble mostra que "a questão é puramente política, porque tem dizer à opinião pública alemã que o programa falhou."

Uma reunião de altos funcionários da zona do euro será realizada na quinta-feira para discutir o pedido grego, que primeiro deve ser enviado ao presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, segundo uma fonte europeia.

Os ministros das Finanças da zona do euro vão se reunir ou conversar por telefone na sexta-feira sobre a Grécia, somente se os gregos apresentarem um pedido considerado válido.

Por sua vez, a França indicou que deseja "um acordo com a Grécia até ao final da semana."

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave