CNBB lança companha para aproximar Igreja e sociedade

O objetivo é destacar a relação entre a igreja e a sociedade e "buscar novos métodos, atitudes e linguagens" no contato entre a igreja e os fieis

iG Minas Gerais | Folhapress |

undefined

A CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) lançou nesta quarta-feira (18) a Campanha da Fraternidade de 2015. O tema deste ano é "Fraternidade: Igreja e sociedade" e o lema, "Eu vim para servir".

O objetivo é destacar a relação entre a igreja e a sociedade e "buscar novos métodos, atitudes e linguagens" no contato entre a igreja e os fieis. Secretário-geral da entidade, dom Leonardo Steiner defendeu em seu discurso uma "igreja viva, atuante". "Para usar uma expressão do nosso querido papa Francisco, um igreja que não tem medo de se sujar", afirmou Steiner, bispo auxiliar de Brasília.

O papa enviou uma mensagem à campanha no Brasil. "A contribuição da Igreja, no respeito pela laicidade do Estado, e sem esquecer a autonomia das realidades terrenas encontra forma concreta na sua Doutrina Social", dizia trecho do texto.

O ministro Patrus Ananias (Desenvolvimento Agrário) e o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Marcus Vinícius Furtado Coêlho, participaram da solenidade.

"Penso que precisamos avançar (...) numa nova compreensão da política", disse o ministro. Coêlho, por sua vez, defendeu a reforma política --mudanças na atual legislação são defendidas por cerca de uma centena de entidades, entre elas OAB e CNBB. As alterações, segundo ele, são necessárias para coibir "práticas abusivas e indevidas de compra de votos, de uso excessivo de recursos financeiros nas campanhas".

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave